sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Com sua história secular, a cidade escolhida para sediar a exposição “Recôncavo abraça Caymmi” não poderia ser outra senão Cachoeira BA





Cachoeira é a "Cidade Monumento Nacional", é história de luta pela libertação da Bahia, é berço da cultura e da Irmandade da Boa Morte, é o Convento e Igreja Nossa Senhora do Carmo, é a Ordem Terceira do Carmo, é a Casa da Câmara e Cadeia, é o Chafariz Público, é a Igreja da Matriz de Nossa Senhora do Rosário e é a Capela de Nossa Senhora da Ajuda...


Tombada pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Nacional (Iphan), no início da década de 1970, a cidade reúne o segundo maior conjunto arquitetônico do estilo barroco na Bahia. Exemplo disso é o conjunto que abriga a Igreja e o Convento do Carmo, que já possui mais de dois séculos. No interior da Casa de Oração estão guardados verdadeiros tesouros, como trabalhos em talha dourada e imagens sacras de tamanho natural, além de artefatos construídos sob influência oriental.

Literalmente cortada pelo Rio Paraguaçu, a cidade de Cachoeira, localizada no Recôncavo Baiano a 111 km de Salvador, é uma das principais referências da cultura da baianidade. Com uma população de maioria afrodescendente, o município também é notabilizado pela cultura dos séculos 18 e 19 e pela sua religiosidade, onde os rituais católicos se misturam com os preceitos do candomblé.

A cultura de matriz africana e a religiosidade são outros pontos marcantes que diferenciam Cachoeira de outras cidades baianas. Lá é possível encontrar manifestações culturais que têm atravessado os tempos e resistido à modernidade, mantendo suas características originais. O samba-de-roda, considerado pelo Ministério da Cultura como Patrimônio Imaterial Brasileiro, é uma arte implementada pelos escravos e que hoje seus descendentes a trazem de forma original.

Homenagem a Dorival Caymmi


O Dorival Caymmi, um dos maiores compositores da música brasileira, além de cantor, todos conhecem, mas o que muitos não sabem é que ele também era pintor. Sua arte com os pincéis sempre abordou os costumes e tradições do povo baiano, traço comum que ele trazia de berço.

Cachoeira, com a sua enorme vocação para a arte a cultura, foi a cidade escolhida para sediar a exposição “ RECÔNCAVO ABRAÇA CAYMMI”. Com curadoria de Vonaldo Mota e Marcia Schlapp, a exposição apresenta obras de 27 artistas visuais, saídos do Recôncavo baiano ou de Salvador, mas com forte contato com a região. Eles foram convidados a produzir trabalhos influenciados pelo universo de Dorival Caymmi, em homenagem ao seu centenário de nascimento.

· Onde? Núcleo de Memória e Documentação (Cachoeira)

· Contato: 75 9216-3992

· Quando? Abertura: 17/10, 19h; Visitação: 18/10 a 26/11, 9h às 12h e   14 às 17h

· Quanto? Grátis

· NUDOC/ UFRB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!