quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Jovens apresentam no Rio espetáculo sobre o sertão que vai muito além do que é visto na Feira de Tradições Nordestinas, em São Cristóvão





Em sua 4ª edição, o Projeto Mobilidade Sonora apresenta um concerto didático com o Instituto Zeca Pagodinho e mantém o objetivo de contribuir para a formação de jovens profissionais, preservar a memória da música brasileira e internacional através de incentivos que possibilitem o surgimento de novos talentos


Os concertos têm finalidade didática porque, além de apresentar a música clássica, que é vista como destinada a indivíduos de classes mais privilegiadas, inclui apresentação do compositor e sua respectiva época, além da realização de debates com temas como cidadania, sustentabilidade e estilo de vida.Jovens do Instituto Zeca Pagodinho fizeram ontem (13), duas apresentações – uma pela manhã e outra às 13h30, na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, do espetáculo ABC do Sertão, para alunos de escolas públicas da região. A peça é um musical com coral e dança contando a história e cultura do sertão brasileiro, com entrada gratuita.

Realizado com sucesso desde 2011, o projeto expande a música através de concertos gratuitos e outros concertos didáticos voltados para jovens alunos da rede pública de ensino. Mobilidade Sonora é um projeto sócio cultural, que tem por objetivo mobilizar plateias, contribuir para a formação de jovens profissionais, preservar a memória da música brasileira e internacional através de incentivos que possibilitem o surgimento de novos talentos.

Esses jovens são transportados para grandes teatros onde participam de um bate-papo musical que promove a troca de saberes entres os jovens músicos e maestros de projetos sociais diversos.

Em três edições o projeto já envolveu aproximadamente 22 mil jovens em seus concertos didáticos, 560 mil pessoas em seus concertos abertos e mais de 3 milhões de pessoas nas mídias digitais.

PROGRAMAÇÃO

CONCERTO DIDÁTICO COM O ESPETÁCULO ABC DO SERTÃO – INSTITUTO ZECA PAGODINHO

O espetáculo conta a história de três crianças que visitam a Feira de Tradições Nordestinas em São Cristóvão que buscam um personagem que possa ajudá-los na difícil tarefa de coletar músicas e danças da região nordestina para uma apresentação com a orquestra da escola. Lá, Patrícia, Matilda e Marco Aurélio encontram o repentista Zé das Baratas, a benzedeira D. Toinha e a cangaceira Lamparina, que vão apresentando o Nordeste às crianças, de uma forma leve e muito divertida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!