quinta-feira, 24 de julho de 2014

Mudança de vida fazendo desenhos do cachorro é a grata realidade do londrino John Dolan


Para dar a volta por cima e se transformar de um pedinte a um bem sucedido artista, John Dolan começou a desenhar o cachorro e as cenas ao seu redor enquanto mendigava nas ruas chamando à atenção dos transeuntes que logo passaram a comprar os seus rascunhos

Se antes John Dolan, de 43 anos, costumava vender seus desenhos por trocados, agora fatura entre 3.000 e 4.000 libras com os esboços. Ele afirmou que mergulhou em um mundo de pobreza, crime e falta de moradia até que uma senhora que morava na mesma rua conseguiu o cão George, então um filhote, em troca do valor de uma lata de cerveja, fazendo com que Dolan criasse uma relação de amizade com o animal.

“Os desenhos que faço dele são bem simples, mas fiz um que apareceu na maioria do jornais, é bastante detalhado, é um desenho e tanto”, disse Dolan. Mesmo podendo pagar por sua própria moradia, ele ainda prefere desenhar ao ar livre, perto das pessoas. Sobre os seus desenhos, ele disse: “Eu o exibi magnificamente naquele, mas nestes menorzinhos que faço basicamente tento captar sua personalidade, quando consigo”, afirmou.

Seu sucesso se deve em parte a um encontro casual com Richard Howard-Griffin, que realiza turnês de arte de rua no leste londrino, tem uma galeria e montou a primeira exibição do trabalho de Dolan.

“A ascensão de John no mundo da arte foi realmente meteórica, é como ver a carreira de um artista acelerando o vídeo – é o que muitos artistas dizem, por isso sua primeira exibição vendeu tudo, e ele tem mais uma a caminho, o que é realmente incrível”, afirmou Howard-Griffin, que espera ver o seu ‘afilhado’ alçando voos ainda mais altos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!