terça-feira, 10 de junho de 2014

Pete Doherty retoma a sua carreira após admitir o envolvimento com drogas



Em depoimento corajoso e sincero, Pete Doherty diz que as drogas arruinaram sua vida: “Matou a minha criatividade”. Buscando retomar a sua carreira, músico voltará a tocar com o Libertines, ao lado do antigo companheiro Carl Barât, em junho e julho próximos

No mundo da música, são inúmeros os exemplos de artistas que durante muito tempo produziram obras belíssimas e depois de algum tempo caíram no marasmo. Muitos passam a viver do passado, - regravam antigos sucessos ou shows ao vivo, com o mesmo repertório empoeirado, - quando não caem no limbo do esquecimento e simplesmente somem do mercado. Fica sempre a indagação: o que houve com aquele artista? Porque parou de compor?

Um dos casos mais emblemáticos foi o de Pete Doherty que, após um período de incursão pelo mundo das drogas, está dando a volta por cima. Internado em clínicas de reabilitação por algumas ocasiões, Pete Doherty revelou que as drogas arruinaram a vida dele, carreira e família, após anos de abuso. Em entrevista ao Daily Star, o músico do Libertines e Babyshambles disse que a vida dele era “uma bagunça de merda”.
“Eu gostaria de me livrar das malditas drogas”, disse ele. “Não é divertido. Pelo contrário, é uma m... e matou toda a minha criatividade. Mas é difícil parar. Minha vida antiga era uma bagunça de m..., uma bagunça grande.”

Doherty, contudo, diz que não acredita em arrependimentos, “porque não mudam em nada”, mas que gostaria de ser mais próximo da família. “Eu fiz muita merda”, disse ele. “Tudo foi errado em diversas formas. Eu gostaria de mudar algumas coisas.”

Ele está de volta ao Libertines, banda formada ao lado de Carl Barât, para shows em junho e julho deste ano. O grupo, aliás, chegou ao fim com apenas dois discos lançados, em 2002 e 2004, justamente devido ao abuso de Doherty.

O músico revelou recentemente que está gravando um disco solo. O álbum, produzido pelo alemão Johann Scheerer, se chamará Flags From The Old Regime, e não tem data para chegar às lojas. “Eu tenho 10 faixas gravadas até agora”, revelou Doherty à NME. “Tinha uma música chamada 'Down for the Outing' já há algum tempo, mas é incrível, Johann fez com que ela soasse como uma nova.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!