segunda-feira, 23 de junho de 2014

Discos lançados para as festas juninas trazem ótimas surpresas como Luiz Dantas, o sobrinho-neto de Zé Dantas



Época mais propícia não pode haver e, dessa forma, muitos artistas aproveitam o clima de São João para mostrar seus novos trabalhos
Há anos não existem paradas de sucessos juninas. As grandes gravadoras desinteressaram-se pelo forró desde, pelo menos, os anos 1980. Os programas que existem dedicados ao gênero ficam geralmente nos clássicos.


O último forrozeiro a estourar nacionalmente foi Targino Gondim, em 2001, com 'Esperando na janela' (dele, com Manuca Almeida e Raimundinho do Acordeom), graças à interpretação de Gilberto Gil, que foi trilha de minissérie de TV. Entretanto, todo ano lançam-se discos para o São João.

Em 2014, há mais novidades do que em 2013. Tanto de artistas consagrados, como Maciel Melo, quanto o ainda desconhecido Luiz Dantas (neto de Zé Dantas). Quase todos os veteranos saíram com discos novos: Alcymar Monteiro, Terezinha do Acordeon, Cristina Amaral, mesmo sabendo que as chances do álbum ou DVD estourar são mínimas. Do que se ressente quase todo mundo é de um produtor que faça no forró o que fez Rildo Hora no samba: dê uma roupagem diferente, sem tirar as características do gênero. A grande parte dos lançamentos tem arranjos parecidos.

Um amor assim, de Terezinha do Acordeon, é um dos destaques femininos do forró. Um amor assim... é um álbum de embalagem atraente e repertório idem. Nele, Terezinha escolhe bem repertório e fica entre o xote e outros estilos nordestinos, com três composições de Dominguinhos – "Doidinho doidinho" (com Anastácia), De amor eu morreria (com Anastácia) e Riso cristalino (com Climério). Cezzinha assina a direção musical e os arranjos com Terezinha do Acordeom. Uma das melhores do disco, Do jeito que sou (Roberto Cruz), poderia ter aberto o álbum, mas é a música que fecha o repertório.

De Exu a Liverpool

De Exu a Liverpool, Leninho de Bodocó, do bodocoense Leninho, reúne os maiores nomes do forró em seu álbum, abrindo com Elba Ramalho e fechando com Waldonys. Entre ambos, Adelmário Coelho, Santanna O Cantador, Flávio José, Targino Gondim, Maciel Melo, Geraldinho Lins, Daniel Gonzaga, Josildo Sá, Marcelo Melo (Quinteto Violado), Silvério Pessoa. Ele varia os ritmos e varia também de parceiros (Xico Bizerra, com quem assina quatro faixas) – Maciel Melo, Zé Maria, Elmo Oliveira.

As boas composições do disco ‘13 de junho’, de Cristina Amaral, uma das boas vozes do forró, com uma ótima divisão rítmica, vem com produção esmerada. Equilibra o repertório entre inéditas e composições de nomes como João Silva, Pinto do Acordeom, Aracilio Araújo, Cecéu, mas enfatiza o xote romântico, o que às vezes a aproxima da fuleiragem music, como acontece em ‘Parceira de forró’ (Ferreira Filho/Rômulo César, dupla fornecedora de sucessos para as bandas Cavalo de Pau, Mastruz com Leite e afins).

A bandeira do forró, de Alcymar Monteiro (Ingazeira Discos), é dirigido à torcida. Mescla composições próprias, com músicas de meio de ano, de épocas e estilos diversos. Vai de ‘A pobreza’ (Renato Barros), ‘O ciúme’ (Caetano Veloso), ‘Pelo vinho e pelo pão’ (Zé Ramalho), todos em levada de arrasta-pé, mais um pot-pourri de Antônio Barros. Tem participações de Geraldo Azevedo (em Pergaminho) e Chico César (em Artur Bispo do Rosário).

Em ‘Tudo é baião’, de Luiz Dantas, o sobrinho-neto de Zé Dantas mostra que é bom compositor, bom cantor e tem uma qualidade ainda mais interessante: não canta xote romântico. Suas letras falam do cotidiano, são bem humoradas e passeiam pelos vários ritmos que formam o coletivo forró. Uma das melhores faixas é o baião ‘Peneira farinha’, com citação à Farinhada, clássico de Zé Dantas e um dos grandes sucessos de Luiz Gonzaga, mas não se apoia no tio-avô. Canta Zé Dantas como canta Dominguinhos, Rosil Cavalcanti. Uma citação mais que especial é a releitura que ele faz da impagável ‘Bolero de Izabel’, de Jessier Quirino. Uma boa surpresa, aliás uma agradabilíssima surpresa.

Referência: jconline

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!