domingo, 25 de maio de 2014

Leilão em Nova Iorque evidencia a arte latino-americana que pode alcançar valores inéditos para as obras

Uma das obras de Botero no leilão em NY

Destaques do leilão são, estarão à venda trabalhos do Joaquín Torres-García, como "Composition TSF", de 1931, que a Christie's estima que possa ser vendido por um valor entre 1 milhão e 1,5 milhão de dólares e ainda o seu "Grafismo Infinito", de 1937, que a Sotheby's avalia em cerca de 800 mil dólares

Estão cotados como os principais itens do leilão de arte latino-americana em Nova York na semana que vem, um retrato de família do pintor colombiano Fernando Botero e uma representação da turbulência psicológica feita pelo pintor chileno Roberto Matta.

O principal item do lote no conjunto da Christie's para a venda de quarta-feira é "Homem indo para o Trabalho", feito por Botero, em 1969, é com uma estimativa pré-venda no valor de 1,8 milhão de dólares. "Morfologia Psicológica", de Matta, pode alcançar até 3,5 milhões de dólares num leilão de dois dias da Sotheby's, na quarta e quinta-feira.

A arte latino-americana estão representada nos leilões que acontecerão depois das vendas de arte contemporânea e do pós-guerra no começo do mês, nas quais uma pintura abstrata de Barnet Newman chamada "Black Fire I" foi vendida por 84,2 milhões de dólares, um novo recorde em leilão para o artista, e "Six Self-Portraits", de Andy Warhol, foi vendida por 30,1 milhões de dólares.

A iniciativa põe em evidência trabalho de artistas latino-americanos cuja arte não costuma ter a merecida visibilidade nas grandes casas de leilões da Europa e dos Estados Unidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!