Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Artista brasileiro Eduardo Kobra expõe mural em homenagem à jovem paquistanesa



O muralista também desenvolveu o projeto “Muro de Memórias”, com o objetivo de transformar a paisagem urbana através da arte e trazer de volta memórias da cidade em que ele se encontra. Para suas obras, que remontam ao passado, o artista se utiliza de imagens históricas e tradicionais para produzir murais de cores vibrantes

Malala é conhecida por sua luta em prol dos direitos das mulheres, especialmente em regiões comandadas por grupos como o Talibã, que impede jovens garotas de irem à escola. Bastante colorido, a obra, na qual Kobra trabalha desde 29 de abril, foi feita em parceria com o artista Agnaldo Brito.O artista plástico e muralista brasileiro Eduardo Kobra inaugurou, na última sexta-feira (9), em Roma, o mural Paz, que tem como homenageada a jovem paquistanesa Malala Yousafzai.

Também na última sexta-feira, Kobra inaugurou a exposição Peace, que fica na Dorothy Circus Gallery e, depois, na embaixada brasileira em Roma até o dia 25 de junho. É a primeira vez que o muralista brasileiro apresenta uma exposição individual no exterior.

Talento precoce

Nascido em São Paulo, em 1976, Kobra começou sua carreira artística em 1987, com 11 anos de idade. Após o desenvolvimento que a arte urbana teve em São Paulo, ele convergiu – com o Studio Kobra, criado na década de 1990 – para uma forma original de muralismo, aproveitando suas características como artista experimental, bom designer e grande pintor realista.

Ele também desenvolveu o projeto “Muro de Memórias”, com o objetivo de transformar a paisagem urbana através da arte e trazer de volta memórias da cidade em que ele se encontra. Para suas obras, que remontam ao passado, o artista se utiliza de imagens históricas e tradicionais para produzir murais de cores vibrantes, visualmente detalhados, em que ele pinta, mas também faz sobreposições e interfere com cenas e personagens das primeiras décadas do século XX. Este projeto está presente em várias cidades, além de sua cidade natal, São Paulo, como Rio de Janeiro (Brasil), Atenas (Grécia), Lyon (França), Londres (Inglaterra), Nova Iorque (EUA), Miami (EUA) e Los Angeles (EUA).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!