sexta-feira, 18 de abril de 2014

A Capital do Frevo recebeu o grupo Guns N' Roses que fez show no último dia 15, no Chevrolet Hall

axllampiao
Show em Fortaleza: chapéu de cangaceiro

Palco dos melhores shows de forró e de frevo, dois dos ritmos que têm toda a identificação com Pernambuco, abriu espaço também para o rock da banda americana Guns N' Roses, que tocou no último dia 15.04, no Chevrolet Hall brindando os fãs com a presença dos dois membros originais

Depois de muita espera, desde o anúncio do show, 15 foi o grande dia para os fãs pernambucanos da banda Guns N’ Roses. O grupo se apresentou, no Chevrolet Hall (Complexo de Salgadinho, Olinda), com horário previsto para as 22h (os portões abrem a partir das 20h). Para quem não está acompanhando o que se passa com o conjunto nos últimos anos, se surpreendeu com uma experiência que tem não só o bom hard-rock, mas também uma megaprodução com bastante pirotecnia.

Alguns pontos tornaram a performance especial. Um é que se trata da primeira vez do Guns no Nordeste brasileiro – daqui os integrantes seguem para Fortaleza onde se apresentam, depois de amanhã, na última parada da atual turnê sul-americana. Outro é que o baixista Duff McKagan, membro fundador, tocará o tempo todo no lugar do seu substituto, Tommy Stinson, que está cumprindo datas de sua outra banda, The Replacements.

Duff fez sua primeira aparição nesta tour na Argentina, no último dia 6. A presença dele ao lado do vocalista Axl Rose tem sido bastante comemorada pelos fãs, uma vez que é a primeira vez que um dos músicos da formação original se junta ao front man para fazer shows completos. Algo que até então parecia utópico. Antes, o próprio baixista e o guitarrista-base Izzy Stradlin haviam feito participações especiais. Com uma relação não tão boa com Axl, o baterista Steven Adler e o guitarrista Slash seguem como sonhos distantes.

Por conta da mudança, o repertório sofreu algumas alterações interessantes. Estão sendo tocadas algumas músicas do pouco lembrado álbum de covers The spaghetti incident? (1993), como Raw power e Attitude. Outro cover que voltou é Nice boys, da Rose Tattoo – a música ficou famosa na versão ao vivo do Guns que apareceu no EP Live ?!*@ like a suicide (1986).

Mas o show não é só de releituras. As grandes músicas da banda dos álbuns Apettite for destruction (1987), G N’ R lies (1988) e do duplo Use your illusion 1 e 2 (1991) são tocadas, como Welcome to the jungle, It’s so easy, Estranged, You could be mine, Sweet child o’ mine, November rain, Don’t cry, Civil war, Nightrain e Paradise city, entre outras. Dependendo do humor dos integrantes, a apresentação pode durar entre duas e três horas.

Também estão presentes algumas músicas do Chinese democracy (2008), como a faixa-título do álbum, além de Better, This I love e talvez Shackler’s revenge e Catcher in the rye, que são as canções recorrentes na atual turnê. Tocadas nos últimos anos, Sorry, Madagascar e Street of dreams não têm aparecido mais na set list.

Por último, o show contou com algumas pausas para Axl Rose retomar o fôlego. E elas foram preenchidas pelos solos dos guitarristas Ron Bumblefoot Thal, DJ Ashba e Richard Fortus. Completam a atual Guns N’ Roses: Dizzy Reed, tecladista que está no grupo desde 1990; Chris Pitman, responsável pelo sintetizador; e Frank Ferrer, baterista.

Fortalezat

Parece que Axl Rose ficou bem empolgado com a primeira passagem do Guns N’Roses pelo Nordeste. Depois de trocar o avatar do Twitter por uma foto de placa de aviso de tubarões na praia de Boa Viagem, o vocalista usou um chapéu de cangaceiro durante a música Civil War, no show de Fortaleza, na noite de ontem (17), que encerrou a turnê da banda pela América do Sul

Fonte: jconline

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!