terça-feira, 25 de março de 2014

Tetê Espíndola relança o clássico 'Pássaros na garganta' em pacote com novo álbum, 'Asas do etéreo'



Trabalho celebra o talento da artista em todas as etapas da produção musical e revela a confiança adquirida sobre o palco ao lado dos irmãos — com quem formava a banda de rock Lírio Selvagem — à performance vocal que já havia impressionado a crítica em sua estreia solo, no disco 'Piraretã' (1980)

Mais de trinta anos depois da obra com que conquistou a crítica, a sul-mato-grossense volta a recortar aspectos consagrados de sua bagagem. Experiente, agora assume o manto de compositora e instrumentista para a reunião de faixas inéditas que formam 'Asas do etéreo', recém-lançado pelo Selo Sesc.

Na empreitada da juventude, a cantora explorou novas maneiras de registrar os sons que saíam de suas cordas vocais, adicionou efeitos psicodélicos aos instrumentos regionais e temperou a mistura com ruídos capturados na natureza do Pantanal.
Formado por composições da intérprete em parceria com Carlos Rennó, Arrigo Barnabé e com os irmãos Geraldo e Celito Espíndola, o álbum solidificou a posição de Tetê no cenário nacional e arrebatou o troféu da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) na categoria revelação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!