Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

A volta triunfal de Hercule Poirot sob a égide de Sophie Hannah que quer dar seguimento às aventuras de Agatha Christie



Depois da morte de Hercule Poirot em “Cai o Pano”, a autora britânica Sophie Hannah elimina personagem e cria caso 'inesperado' para o detetive da Dama do Crime
Hannah diz que fez o possível para manter intacta a essência das obras, e que o novo livro se passará em 1929, escolha que se justifica porque, entre 1928 e 1932, Agatha não criou nenhuma história para o belga.Hercule Poirot, o famoso detetive criado por Agatha Christie em 1920, voltará à vida em um romance escrito pela britânica Sophie Hannah, indicou nesta quarta-feira a Acorn Productions, que detém os direitos da escritora morta em 1976. Este novo romance, que ainda não tem título, será publicado em setembro de 2014 no Reino Unido pela editora HarperCollins.

"Escrito com o total aval da família", ele será o primeiro a prolongar as aventuras inventadas por Agatha Christie, 38 anos após "O Último Enigma" (Sleeping Murder), o último opus da "Rainha do Crime" publicado em 1976.

O famoso detetive belga apareceu pela primeira vez em 1920 no romance intitulado "O Misterioso Caso de Styles.

Evocando a escolha de Sophie Hannah, Mathew Prichard, neto de Agatha Christie, expressou todo o seu entusiasmo: "Sua história é tão atraente e sua paixão tão forte pelo trabalho da minha avó, que sentimos que era hora de um novo (romance de Agatha) Christie ser escrito" postumamente.

"Espero criar um quebra-cabeça que vai confundir e frustrar o incomparável Hercule Poirot por pelo menos alguns capítulos", declarou Sophie Hannah, autora de oito thrillers psicológicos publicados em mais de 20 países e adaptados para a televisão.

A escritora, que também é poetiza, disse que "Agatha Christie é a autora que provocou o seu amor por romances de suspense aos 13 anos de idade".

Agatha Christie escreveu 80 romances policiais e de notícias, que já venderam um bilhão de cópias em inglês e outro bilhão em outras línguas. A relação entre autora e personagem se estendeu por 33 romances, uma peça e mais de 50 contos. Em língua inglesa, Agatha só perde em número de vendas para Shakespeare e, nos próximos meses, a L&PM relançará 30 de seus títulos, incluindo um que ela escreveu sob o pseudônimo Mary Westmacott.

Um mistério a ser desvendado é se a autora continuará escrevendo para Poirot no futuro. “Não depende de mim o número de romances que farei, e não sei se a família e os leitores vão querer que eu continue.”

A volta de Poirot ao cinema e à TV

P cala fechado Fox anunciou que o clássico Assassinato no Expresso Oriente será mais uma vez adaptado ao cinema, desta vez com Ridley Scott à frente. A versão mais prestigiada é a de 1974, dirigida por Sidney Lumet, com elenco que fala por si só: Albert Finney, Lauren Bacall, Jacqueline Bisset, Sean Connery e Ingrid Bergman, que levou um Oscar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!