Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Na busca pela desmistificação do exame que pode detectar tumores na próstata, foi criado o Novembro Azul



Novembro Azul alerta para a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata e busca conscientizar os homens para a importância do exame que pode salvar vidas

Para mudar este quadro e alertar os homens sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata, a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), em parceria com Instituto Lado a Lado pela Vida,  iluminou pontos turísticos em várias cidades e distribuiu panfletos explicativos no movimento chamado Novembro Azul. O tema da campanha - Um Toque, um Drible - pretende conscientizar os homens sobre a necessidade de se submeter a exames preventivos.

Urologistas são unânimes em afirmar que um grande percentual dos homens só os procura quando da ocorrência de câncer de próstata em alguém do seu círculo de relacionamento. Este grupo, movido pelo pânico ao ver algum amigo ou parente perecer precocemente, acorrem aos consultórios na primeira oportunidade.

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) informam que no ano passado foram identificados mais de 60 mil novos casos da doença. O instituto considera câncer de próstata uma doença da terceira idade, porque cerca de três quartos dos casos no mundo surgem a partir dos 65 anos. 

De acordo com Eduardo Ribeiro, uro-oncologista do Hospital Santa Lúcia, em Brasília, os homens estão mais conscientes, “não tanto quanto as mulheres, que vão ao ginecologista desde adolescentes, mas a gente não vê mais tanta resistência”, contou Ribeiro. Ele afirmou ainda que, pessoas que têm casos de câncer de próstata na família, obesas, e negras têm mais risco de desenvolver a doença.

Segundo o Inca, no Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás do câncer de pele. Em valores absolutos, é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando 10% do total de cânceres. A taxa de incidência do câncer de próstata é seis vezes maior nos países desenvolvidos em comparação aos países em desenvolvimento.

Na fase inicial, o câncer da próstata não costuma apresentar sintomas. Quando surgem são parecidos com os do crescimento benigno da próstata: dificuldade de urinar e necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite. Na fase avançada, a doença pode provocar dor nos ossos, problemas para urinar e, quando mais grave, infecção generalizada ou insuficiência renal.

As ações do Novembro Azul foram compostas por, além de uma iluminação azul em pontos turísticos, como Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, e o Congresso Nacional, em Brasília e distribuição de panfletos em estádios de futebol durante o campeonato brasileiro. 


A SBU vai entregar uma lista de sugestões aos parlamentares, entre elas a criação de centros de Referência em Saúde do Homem, para melhorar seu acesso ao SUS, assim como acontece com as mulheres. A campanha não foi finalizada  com o fim do mês de novembro pois ela pretende se estender por 2014, sempre buscando a conscientização dos homens sobre a importância da prevenção.

Referência: Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!