Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

domingo, 15 de dezembro de 2013

Morreu o ator irlandês Peter O'Toole, oito vezes indicado para o Oscar mas que nunca levou a estatueta



O ator Peter O'Toole, estrela do épico "Lawrence da Arábia", morreu hoje aos 81 anos. A sua atuação no lendário filme foi tão marcante que muitos consideram a melhor interpretação de um ator em toda a história do cinema

O ator irlandês Peter O'Toole, conhecido pela participação no filme "Lawrence da Arábia", de 1962, morreu hoje num hospital de Londres, noticia o "The Guardian." Segundo o jornal, que cita o agente, o ator foi vítima de uma "doença prolongada", acabando por falecer neste domingo, aos 81 anos, no hospital Wellington, na capital britânica.

Em 1970, Peter O'Toole já tinha sobrevivido a um cancro no estômago, tendo-lhe sido retirado também parte do pâncreas. O ator esteve várias vezes em Portugal e como bom irlandês gostava de beber.

No ano passado, Peter O'Toole anunciou a reforma: "Dou à profissão um adeus sem lágrimas e estou profundamente grato. No teatro e no cinema trabalhei com boas pessoas e bons companheiros, com quem eu partilhei o inevitável: um monte de falhanços e sucessos", declarou. No entanto, em novembro foi noticiado que o ator tinha sido convidado para participar num filme sobre a Roma Antiga, intitulado "Catarina da Alexandria".

O presidente irlandês, Michael Higgins, já lamentou a morte do ator e transmitiu as condolências à família. "A Irlanda e o mundo acabam de perder um dos gigantes do cinema e do teatro. Todos os que o conheciam, tal como eu, vão sentir falta do seu humor e amizade generosa", afirmou.

Oscar honorário pela carreira

Nascido em Connemara, na Irlanda, a 2 de agosto de 1932, Peter O'Toole cresceu em Leeds e viveu quase toda a vida em Londres. Durante a infância frequentou uma escola de freiras, tendo tido o primeiro contacto com o mercado de trabalho como estagiário num jornal.

Aos 20 anos, Peter O'Toole ganhou uma bolsa de estudos na Royal Academy of Dramatic Art, em Londres, tornando-se ator de teatro. Entretanto, passou pela televisão, mas foi o seu papel no filme "Lawrence da Arábia", de 1962, - como Thomas Edward Lawrence, oficial do exército britânico que ajudou os árabes a libertarem-se dos turcos, - que o levou para a ribalta.

Peter O'Toole ganhou quatro Globos de Ouro, um BAFTA e um Emmy e foi nomeado oito vezes para o Oscar de Melhor Ator, que nunca chegou a ganhar. Só em 2003 foi galardoado com um Oscar honorário pela sua carreira. O ator deixa duas filhas, Pat e Kate O'Toole, fruto do casamento com a atriz Siân Phillips, e um filho, Lorcan O'Toole, de outra relação com Karen Brown.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!