Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Drama adolescente bem contemporâneo, adaptando com liberdade o romance de Niccolò Ammaniti é o novo filme de Bertolucci



“Eu e você” é o primeiro filme dirigido por Bernardo Bertolucci desde Os Sonhadores, lançado em 2003. Foram nove anos sem lançar um novo longa-metragem, em virtude de sérios problemas de coluna que o deixaram paraplégico
Lorenzo (Jacopo Olmo Antinori) tem 14 anos e elaborou um plano para que possa passar as férias de verão sozinho no porão do seu prédio. Ele planejou tudo: onde vai dormir, o que fazer e já há algum tempo está estocando comida no local. A ideia é que sua mãe pense que ele está numa viagem de colégio, de forma que não o aborreça durante este período. 

O que ele não contava era que sua meia-irmã Olivia (Tea Falco) surgisse de repente, acabando com a paz do garoto. Viciada em drogas e buscando um lugar para ter um pouco de paz, Olivia acaba chantageando Lorenzo para que fique com ele no porão.

O filme não acompanha a vida da irmã, nem fornece grandes explicações para a solidão do garoto (não, ele não tem problemas familiares, não, ele não sofre bullying na escola), evitando explicações prévias para seu comportamento. 

Ainda que enxergando qualidades no filme, que bem pode servir como metáfora a uma Itália isolada em si mesma, pode-se, afinal, conceder que não é o melhor Bertolucci de todos os tempos, mas o sucesso de público de Eu e Você na Itália sugere que a obra pode tê-lo apresentado a novas gerações e mostra que o laureado diretor está de novo por trás das câmaras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!