Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Acervo que engloba 48 construções mais que justifica o Reconhecimento Mundial do Patrimônio Natural e Cultural do Japão


 


Com uma beleza natural diversificada e uma história cultural antiga e singular que produziu uma rica variedade de construções e outros patrimônios culturais que existem até hoje, o Japão tinha 16 áreas listadas como Patrimônio Mundial segundo dados de 2011


O Japão ratificou a convenção em 30 de junho de 1992 e foi o 126º país a fazer isso. Em julho de 2012, 189 países tinham ratificado a convenção, e um total de 962 propriedades foram inscritas na lista do Patrimônio Mundial. A 40ª sessão do Comitê do Patrimônio Mundial foi realizada em Kyoto em novembro de 2012.Oficialmente chamada Convenção sobre a Proteção do Patrimônio Cultural e Natural Mundial, a Convenção do Patrimônio Mundial foi adotada em 16 de novembro de 1972 pela 17ª Conferência Geral da UNESCO. 

Sendo um passo importante para unir conceitos de conservação natural e preservação de propriedades culturais, o objetivo da convenção é proteger e preservar lugares e propriedades que são parte insubstituível da herança cultural de toda a humanidade. Isso inclui notáveis sítios históricos e arqueológicos, monumentos e grupos de edificações, assim como partes da natureza, sítios naturais e formações geográficas e fisiográficas. A convenção também define as obrigações de seus países signatários, e especifica como o Fundo do Patrimônio Mundial deve ser usado para apoiar tarefas como assistência em treinamento, cooperação técnica e auxílio emergencial.

Uma das mais encantadoras atrações do país do sol nascente, os Monumentos Budistas da Região de Horyu-ji ficam localizados na Província de Nara. O templo de Horyu-ji foi fundado no início do século VII por ordem do Príncipe Shotoku (574-622), que desempenhou um papel chave na introdução do Budismo no Japão.

 Embora o conjunto do templo tenha sido destruído por um incêndio em 670, logo ele foi reconstruído em uma escala maior dentro do complexo posteriormente conhecido como Precinto Ocidental. A pagoda remanescente, o salão principal (kondo), o portão interno(chumon) e parte dos corredores próximos são as construções de madeira mais antigas do mundo, datando do fim do século VII ao início do século VIII. A designação do Patrimônio Mundial engloba 48 construções.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!