Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Crime, danos morais e lesão corporal marcaram a estadia de Justin Bieber no Brasil



Justin Bieber é conhecido por causar confusão aonde quer que vá, mas sua passagem pelo Brasil foi "especial" quando falamos de polêmicas. Em menos de uma semana, o cantor conseguiu aprontar tanto que as aventuras podem lhe render vários dissabores 
Ele pichou muros, xingou fotógrafos, visitou uma boate erótica, decepcionou fãs, caiu na balada e muito mais. Especialistas em direito penal falaram sobre possíveis punições ao cantor e sua equipe e, a não ser que a nossa justiça seja branda e não leve o caso até o fim, a consequência pode trazer dores de cabeça para o cantor. Justin pode enfrentar inúmeros processos por suas atitudes no Brasil.

O fedelho de nariz empinado imagina que a fama e o dinheiro lhe conferem o direito de desrespeitar fãs, promover orgias, desqualificar o público e fazer pichações como se estivesse no quintal da sua própria casa. Qualquer brasileiro para entrar no Reino Unido tem a sua vida vasculhada e a impressão que fica é que os ingleses estão nos fazendo uma favor. O aprendiz de delinquente veio ao Brasil sem necessidade de visto de entrada, ganhou uma grana fabulosa, fez um monte de bobagens e ainda saiu falando mal do país.

Nas reportagens da TV acompanhamos fãs ensandecidas numa verdadeira histeria coletiva, nas imediações do local de hospedagem ou nas próximos aos locais dos shows. Adolescentes, - e até as mães de algumas delas, - passando dias e noites em filas para comprar ingressos ou para ter acesso aos locais das apresentações. Não seria “Ibope” demais para qualidade musical de menos? Uma simples garrafa d'água vazia atirada em sua direção seria motivo para ele abandonar a apresentação frustrando quem pagou (e caro) para ver a sua 'performance'?

Hoje, 08, ele postou uma espécie de desabafo nas redes sociais, posando de vítima do sistema: "Eu sou louco, sim é o que o jogo fez comigo. Eu talvez precise substituir esses rostos bobos e talvez precise me afastar das pessoas que não me deixam ser eu mesmo, mas eu sempre vou lembrar quem eu sou". Na imagem, estava a frase "você realmente me conhece?" grafitada em um muro.

No dia em que deixarmos de ser menos “tupiniquins” e passarmos a orientar os nossos jovens no sentido de consumir cultura na sua essência, talvez não haja espaço para este tipo de culto a um artista totalmente fabricado pela mídia e, a julgar pelo rastro de imbecilidades que ele deixou no Brasil, desprovido de massa encefálica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!