Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Banksy: o seu soldado nazista na paisagem alcança preço inimaginável


Quadro do grafiteiro britânico Banksy é visto em uma loja de objetos baratos em Nova York. A tela, que mostra um oficial nazista admirando uma paisagem, recebeu um lance de 610 mil dólares ao final de um leilão promovido por uma ONG de Nova York que auxilia pessoas sem-teto e pacientes com Aids. 30/10/2013 Foto: Eric Thayer / Reuters


Artista britânico Banksy comprou quadro em antiquário e pintou soldado nazista na paisagem doará lucro de pintura customizada para caridade

Mais célebre anônimo da street art, o britânico Bansky, encontrou uma nova maneira de chamar a atenção da mídia durante sua viagem a Nova York: comprou uma pintura numa loja de objetos de segunda mão, acrescentou um soldado nazista a ela e a doou para uma leilão beneficente.Uma tela do grafiteiro Banksy que mostra um oficial nazista admirando uma paisagem recebeu um lance de 610 mil dólares ao final de um leilão promovido por uma ONG de Nova York que auxilia pessoas sem-teto e pacientes com Aids.

Comprada por US$ 50 e doada à mesma loja de objetos de segunda mão ao mesmo bazar Housing Works, que ajuda pessoas sem-teto e portadores de Aids, a obra foi colocada num leilão on-line no site www.biddingforgood.com.

O lance inicial é de US$ 74 mil, mas até o início da tarde desta quarta já havia alcançado mais de US$ 220 mil e deve chegar a US$ 1 milhão quando o leilão for encerrado na noite de quinta-feira. As obras de Banksy, cuja verdadeira identidade é segredo, são vendidas por milhares de milhões de dólares nas galerias de arte.

No quadro leiloado, Banksy "vandalizou" a pintura de uma bucólica paisagem de um lago, árvores e montanhas, acrescentando um barco e um soldado nazista sentado de costas. O artista acrescentou sua assinatura "Banksy" à do autor original, "K. Sager".
Ele intitulou sua obra como "A banalidade da banalidade do mal", em referência à célebre obra de Hannah Arendt sobre o fato de que os crimes do regime nazista não foram cometidos por fanáticos ou loucos e sim, muitas vezes, por pessoas comuns.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!