sexta-feira, 11 de outubro de 2013

William Everett Preston, ou simplesmente Billy Preston, ficou conhecido como o “quinto Beatle" dada a sua afinidade com o grupo de Liverpool



Músico extremamente precoce, Preston começou a tocar piano sentado no colo de sua mãe com cerca de três anos, pouco depois de ser considerado um menino prodígio. Com dez anos, bandas participaram de acompanhamento de cantores gospel Mahalia Jackson e James Cleveland


Dando prosseguimento à sua carreira artística, aos doze anos, ele apareceu no filme da Paramount Pictures St. Louis Blues azuis representando o compositor WC Handy. Na década de sessenta, participou de gravações de Little Richard e Ray Charles. Também realizou uma carreira musical com uma interpretação cada vez mais emocionante.

O quinto Beatle

Billy Preston, que ficou conhecido como o “quinto Beatle”, teve uma longa e duradoura convivência com o grupo inglês, tendo participado ativamente na gravação de "Let It Be" e nas canções "I Want You" e "Something" de Abbey Road.

Após a dissolução dos Beatles, Preston tocou com os The Rolling Stones e com o pianista Nicky Hopkins. Em 1974, ele compôs "You Are So Beautiful" com Joe Cocker. Em seguida, seguiu em turnê com os Rolling Stones, desta vez tocando duas de suas canções em concertos com o apoio do grupo.

Vídeo épico

Tido como um dos melhores momentos da música pop internacional, Preston participou junto com uma longa lista de artistas, do “Concert for George”, em Londres, um ano após sua morte. O vídeo de pouco mais de cinco minutos, onde presta sua homenagem a Harrison, cantando "My Sweet Lord", é um dos mais vistos na internet de todos os tempos e recebe ainda hoje rasgados elogios da crítica especializada.

Este tributo a George Harrison, onde só tem feras tocando My Sweet Lord, tem Billy Preston no vocal e no piano, na guitarra acústica Erick Clapton e o filho do George Harrison, no órgão Paul MacCartney, na bateria Ringo Sttar e Phill Collins, The Supremes no vocal, entre outros. Com excelente qualidade de som e imagem, trata-se de um momento único da música pop e, em pouquíssimas oportunidades, se viu tanta gente boa reunida para prestar tão justa homenagem.


Euriques Carneiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!