Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Vendas de “bolachão” surpreendem na Inglaterra e Londres já tem biblioteca de discos de vinil



Em tempos de CD, pen drive e iTunes, as vendas de discos de vinil atingem o maior nível em 10 anos na Inglaterra em uma verdadeira volta ao passado

Surpreendendo a todos que atuam no mercado fonográfico, as vendas de discos de vinil atingiram o maior nível em uma década na Grã-Bretanha, graças em parte ao sucesso do último álbum da dupla de música eletrônica Daft Punk. Quase 550.000 LPs foram vendidos em 2013, o melhor resultado desde 2003, segundo o BPI, organismo que da indústria musical britânica. Se o ritmo de vendas persistir no restante do ano, o resultado pode chegar a 700.000 álbuns, o maior número desde 2001.Em tempos de CD, pen drive e iTunes, as vendas de discos de vinil atingem o maior nível em 10 anos na Inglaterra em uma verdadeira volta ao passado


Nos últimos 12 meses as vendas dobraram na comparação com o mesmo período do ano passado. Os vinis representam 0,8% de todos os discos vendidos na Grã-Bretanha (em 2007 eram 0,1%).

"O LP retorna", disse Geoff Taylor, diretor do BPI e do Brit Awards, a premiação da indústria fonográfica britânica. "Estamos assistindo a um renascimento dos discos, já que não se trata de nostalgia, mas de um formato que os fãs preferem cada vez mais", completou.

O LP mais vendido do ano é "Random Access Memories", do Daft Punk, puxado pelo single "Get Lucky". David Bowie - que em janeiro lançou o primeiro single depois de uma década -, Arctic Monkeys, Paul McCartney, Pearl Jam e Arcade Fire lançaram novos álbuns este ano em vinil.


“Biblioteca’ pública de discos de vinil


A cidade Londres inaugurou, na última segunda-feira (1º), a primeira ‘biblioteca’ pública especializada em discos de vinil. As informações são do jornal The Guardian. Sob curadoria das DJs Shophie Austin e Elly Rendall, a “Biblioteca do Vinil” (“The Vinyl Library”, em inglês) está instalada no bairro residencial Stok Newington, no norte de Londres. O acervo da biblioteca é totalmente construído por meio de doações de voluntários do projeto.


Segundo o jornal, esse é o primeiro projeto público de acesso a discos de vinil. As DJs, que fazem “discotecagem de garagem”, planejam reunir o maior acervo do mundo em discos para visitação e acesso popular. Em São Paulo, existe um projeto semelhante, no Centro Cultural São Paulo. No entanto, os mais de 50 mil discos populares e clássicos não podem ser retirados para empréstimo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!