Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Um dos projetos mais ambiciosos do mundo em sua época, a Ópera de Sydney celebrou seus 40 anos


A Ópera de Sydney, um projeto pelo audacioso do arquiteto dinamarquês Joern Utzon e tida pela Unesco como "uma das maiores obras arquitetônicas do século XX", comemorou seus 40 anos no último domingo

Na comemoração deste aniversário, um filho do arquiteto dinamarquês que desenhou a ‘Opera House’ considerou que o projeto “é uma expressão única da vontade, do entusiasmo e do espírito empreendedor que era proeminente na Austrália dos anos 60”.


As comemorações, contaram, entre outras iniciativas, com uma cerimônia de purificação, celebrada por aborígenes. A ópera de Sydney foi desenhada polo dinamarquês Joern Utzon, que acabou por abandonar o projeto em 1966 na sequência de divergências com as autoridades australianas.

"Em 1957, a decisão do júri internacional de confiar a realização da Ópera de Sydney ao arquiteto dinamarquês Joern Utzon simbolizou a vontade de adotar um enfoque radicalmente novo em termos de construção", escreveu a Unesco em 2007.

A construção do edifício foi um desafio para a engenharia da época. Classificada de Patrimônio Mundial pela UNESCO, em 2007, a Ópera de Sydney acolhe anualmente cerca de 2000 espetáculos e mais de 8 milhões de pessoas. O conjunto arquitetônico é composto por três partes "aladas", que, segundo alguns, se assemelham a velas de barco, e, segundo outros, a conchas. No interior, há várias salas de show e um restaurante.

O prédio foi um dos projetos mais ambiciosos do mundo em sua época, pela ideia de Utzon de construir uma sala de shows com tetos em forma de abóbada sem colunas ou pilares. Na ocasião, foram criados guindastes especiais, que ergueram as famosas abóbadas brancas, recobertas por mais de um milhão de telhas fabricadas com pedra e argila.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!