Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Piano a dez mãos e batucado com a PianOrquestra hoje, sexta-feira, no Recife




Após grande sucesso nos palcos cariocas e paulistas há cinco anos, está disponível o DVD PianOrquestra , um registro inédito de dez mãos fazendo do piano sua orquestra e com uma ideia nada convencional de juntar cinco musicistas ao redor de um único piano


Nem John Cage, quando deu início a seus estudos de música aleatória, percebendo as possibilidades infinitas que o piano oferece, podia imaginar que o instrumento seria capaz de, por si só, reunir em uma única apresentação escola de samba, orquestra de frevo e até duo de repentistas. E o Recife está pronto para ver ao vivo nesta sexta-feira (25), no Centro Cultural dos Correios, a magia de 10 mãos tocando em simultâneo no mesmo piano com a apresentação da PianOrquestra, às 19h.

Claudio Dauelsberg volta ao Recife com o trabalho inovador e surpreende por seu impacto musical e visual, compartilhado com Késia Decote, Gisele Sant’Ana, Jadna Zimmermann e Claudia Castelo Branco. O DVD do PianOrquestra introduz o espectador ao universo do piano de uma forma única, e inclui ainda no “making off “entrevistas com os músicos sobre o processo de criação, técnicas de preparação, registros exclusivos de ensaios e bastidores.

O instrumentista e diretor artístico do grupo, Claudio Dauelsberg, se diz muito feliz em poder voltar à capital pernambucana, após um hiato de aproximadamente oito anos. “Da última vez que estive aí foi ainda no início da orquestra, no Teatro de Santa Isabel”, relembra. Desta vez, o quinteto – que teve suas outras oito mãos substituídas desde então – apresenta no Recife um repertório que conta com composições de mestres como Milton Nascimento, Ernesto Nazareth, Gonzaguinha, Beatles e Chico Buarque.

Mas o clímax do encantamento do público para com Claudio, Marina Spoladore, Mako, Anne Amberget e Priscilla Azevedo deve se dar com a execução do música Pia no frevo. “A Priscilla começou a compor e, no final, juntamos com a versão da SpokFrevo Orquestra de Passo de Anjo. Tudo que é muito rítmico favorece ao piano”, diz o produtor.

A ideia nada convencional de juntar cinco musicistas ao redor de um único piano pareceu, segundo Claudio, um tanto maluca no início. “Chegamos a desistir três vezes no começo. Era difícil, mas fomos achando soluções. Antes, levávamos oito horas para preparar o piano para uma apresentação. Mas agora, em uma hora nos preparamos para tocar em qualquer piano”, conta. “Vamos descobrindo que o piano tem uma possibilidade imensa de timbres. Usando um fio de pesca, conseguimos o som de uma rabeca e colocando uma sandália japonesa na cordas, o piano fica com o som do cravo.” Baquetas, luvas e palhetas são outros objetos utilizados pelos instrumentistas nesses quase 10 anos de orquestra para alterar e acrescentar sonoridades ao piano.

Quando questionado se agregar apenas mulheres ao grupo – desde a primeira formação – é proposital, Claudio ri. “Não foi exatamente concebido dessa maneira, nasceu desse jeito naturalmente. A primeira formação foi com musicistas excelentes que não sabiam direito como se inserir no mercado.” Mais madura que em sua última passagem na cidade e sempre ousada, a PianOrquestra promete, com seus instrumentistas, suas dez mãos e diversos objetivos de intervenção, dar um show dos mais variados gêneros musicais brasileiros.
jconline

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!