segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Mario Adnet lota as casas de espetáculo com homenagens a Villa-Lobos, Vinícius de Morais e Tom Jobim



Mario Adnet, carioca, nascido em 1957, é compositor, violonista, arranjador, produtor e atua profissionalmente desde 1980, quando foi lançado o disco Alberto Rosenblit & Mario Adnet, que contou com a participação de feras do quilate de Toninho Horta, Danilo Caymmi, Boca Livre e Leo Gandelman

Homenagens especiaisQuando lançou seu primeiro LP, em duo com o compositor e pianista Alberto Rosenblit, já se previa uma carreira de sucesso. O disco, que contou com a participação especial de Toninho Horta, Danilo Caymmi, Boca Livre e Leo Gandelman, foi apontado como um dos melhores discos do ano pelas FMs do Rio de Janeiro e São Paulo. No ano seguinte, foi finalista do festival MPB Shell (Rede Globo), com sua "Canção descalça" (c/ Juca Filho), interpretada pelo Boca Livre. Convidado por Roberto Menescal, produziu e assinou os arranjos para os LPs de Beth Goulart, lançados pela PolyGram em 1981 e 1982.

Participou, em 1983, do Projeto Pixinguinha, ao lado do grupo vocal Boca Livre, em apresentações pelo Sul do país. Atuou, ainda, como arranjador, em gravações e shows de diversos artistas como Joyce, Vinicius Cantuária, Cláudio Nucci, Olívia Byington e Juca Filho, entre outros. Em 1984, lançou "Planeta azul", seu segundo LP, dessa vez solo, com a participação de Jaques Morelenbaum, Joyce, Luizão Maia e Hugo Fatoruso. Recebeu das mãos de Henfil, por esse disco, o Troféu Chiquinha Gonzaga, prêmio conferido pela Associação dos Produtores Independentes aos 10 melhores trabalhos do ano. De 1985 a 1989, além de atuar como arranjador, dedicou-se ao estudo de harmonia e arranjo com Luís Eça e, em seguida, com Ian Guest. 

Em 2011, lançou o CD “+ Jobim Jazz”, registrando as mais relevantes composições de Tom Jobim, emendando em 2012, com o CD “Um olhar sobre Villa-Lobos”, contendo exclusivamente temas desse compositor. O disco contou com a participação especial de Edu Lobo, Milton Nascimento, Monica Salmaso, Muiza Adnet, Paula Santoro e Yamandu Costa. Nesse mesmo ano, fez show de lançamento do CD no Auditório Ibirapuera, em São Paulo.

Em 2013, foi contemplado com o Prêmio da Música Brasileira, nas categorias Melhor Arranjador e Melhor Álbum Projeto Especial, pelo CD “Vinicius & Os Maestros”, produzido por ele, além de ter recebido indicação nas mesmas categorias pelos CDs “Um olhar sobre Villa-Lobos”, igualmente produzido por ele, e “Amazônia, na trilha da floresta”, co-produzido com Joana Adnet e Antonia Adnet.

Seus espetáculos são bastante prestigiados, a exemplo do concerto Mais Jobim realizado na última sexta-feira (04), em Recife, onde ele brindou o público presente no Teatro Santa Isabel com canções que abrangeram cerca de 40 anos da música do maestro Antonio Carlos Brasileiro Jobim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!