Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

sábado, 26 de outubro de 2013

Longa amizade entre Jorge Amado e Carybé é relembrada com exposição em Salvador



Dois monstros sagrados da arte e da cultura baiana são retratados em exposição que conta a história da amizade entre os dois artistas e centenários amantes da Bahia, promovendo uma reflexão sobre a cultura do Estado

Carybé é o nome artístico de Hector Julio Páride Bernabó, um argentino nascido em Lanús que, devido a uma bolsa de trabalho, foi morar na Bahia em 1950 e acabou se radicando por lá. Naturalizado brasileiro em 1957, o pintor, gravador, escultor, ceramista, ilustrador e desenhista é autor de diversas obras que retratam em imagens a cultura baiana, com suas belezas naturais e arquitetônicas, e seus costumes e rituais, com grande destaque para a Capoeira e para o Candomblé.

Em função da grande procura por parte do público e de instituições, foi prorrogada até o dia 24 de novembro a exposição 100 × 100 Carybé ilustra Jorge Amado. A mostra montada no Centro Cultural Solar Ferrão, no Pelourinho, em Salvador, conta a história da amizade entre os dois grandes e centenários amantes da Bahia, promovendo uma reflexão sobre a cultura do Estado.

Diferente de Carybé, Jorge Leal Amado de Faria, conhecido como Jorge Amado, não tornou-se baiano por opção, era fruto da terra mesmo. Ícone da literatura brasileira, reuniu elementos culturais do Estado em grandes clássicos de fama internacional, como Gabriela,

Sob a curadoria de Solange Bernabó, filha de Carybé, a instalação traz ilustrações feitas pelo artista para livros de Jorge Amado - O Sumiço da Santa, Jubiabá, A Morte e A Morte de Quincas Berro D’água e O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá -, além de esboços de figurinos e cenários criados para balés. A relação entre os dois é apresentada por meio de registros fotográficos de momentos como jogos de futebol e reuniões com colegas. Textos da dupla completam o relato sobre a forte amizade, mostrando, inclusive, a decepção de ambos no primeiro encontro. Faziam uma imagem completamente diferente um do outro e acabaram por se deparar com figuras semelhante a eles.


100×100 Carybé Ilustra Jorge Amado é resultado de parceria entre o Instituto Carybé e a Hasta la Luna Iniciativas Culturais, com apoio da Fundação Casa de Jorge Amado e patrocínio do Grupo LM, pela Lei Rouanet. A mostra, que já passou por Ilhéus e Feira de Santana este ano, fica aberta de terça a sexta-feira, das 12h às 18h, com entrada gratuita. Aos sábados, domingos e feriados, o horário de visitação é das 12h às 17h.
Fonte: Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!