domingo, 8 de setembro de 2013

Cirio de Nazaré: patrimônio cultural de natureza imaterial



O cartaz do Círio de Nazaré 2013 foi apresentado ao público nesta quarta-feira (29), na capital paraense, durante uma cerimônia realizada na Praça Santuário. A apresentação foi feita após uma missa, celebrada pelo arcebispo metropolitano de Belém Dom Alberto Taveira, na Basílica de Nazaré 

Outras regiões devido a migração de paraenses acabaram criando a procissões para estarem mais próximos de Belém, mesmo que pelo ato de Fé. O Termo "Círio" tem origem na palavra latina "Cereus", que significa vela grande. No Brasil, no início era uma romaria vespertina, e até mesmo noturna, daí o uso de velas. No ano de 1854, para evitar a repetição da chuva torrencial como a que havia caído no ano anterior, a procissão passou a ser realizada de manhã. Inicialmente, o Círio saía do Palácio do Governo, mas em 1882, convencionou-se que a partida do Círio seria da Catedral da Sé, em Belém.

 O Círio de Nazaré é a maior procissão católica, a maior manifestação religiosa Católica do Brasil e um dos maiores eventos religiosos do mundo, reunindo cerca de seis milhões de pessoas em todos os cultos e procissões. A festa tem inspiração portuguesa e lá é celebrada no dia 8 de Setembro na vila de Nazaré. No Brasil, a celebração acontece 1873, na capital paraense, anualmente, no segundo domingo de outubro e, por sua grandiosidade, foi registrado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional como patrimônio cultural de natureza imaterial.

Um dos grandes momentos de devoção a Nossa Senhora de Nazaré é quando, a partir da missa do mandato, são iniciadas as peregrinações das imagens de Nossa Senhora de Nazaré pelos lares paraenses. É uma confraternização tradicional de devoção e fé, que reúne os familiares, amigos e vizinhos.

Tema da festa em 2013

A partir do tema “A Igreja em oração, unida a Maria, Mãe de Jesus”, o cartaz deste ano traz elementos que ressaltam a vida da igreja junto à comunidade. "Temos a igreja ao fundo, como o lugar de devoção dos fiéis unidos à Maria, mãe de Jesus. As rosas são germinadas no manto de Nossa Senhora de Nazaré. Podemos ver também a cátedra do bispo, de onde ele ensina e prega aos fiéis, como o pastor que cuida de seu rebanho", explicou o arcebispo de Belém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!