quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Sertão na Tela Grande – Circuito Popular de Cinema e Vídeo chega à Bahia



Em 2013, o Circuito Popular de Cinema e Vídeo da Secretaria de Cultura do Estado abordou o sertão como tema central de seus filmes, com trabalhos dos mais renomados cineastas baianos


A produção cinematográfica baiana contemplou, por vários momentos, as belezas, estórias e tradições do estado, e o sertão não ficou de fora. Um bom exemplo disso é a obra “O dragão da maldade contra o santo guerreiro”, lançada no ano de 1969 e dirigida por Glauber Rocha. Em abril, como prévia da Celebração das Culturas dos Sertões, este e outros filmes sob a temática sertaneja foram exibidos para a alegria dos cinéfilos de plantão, com a retomada do Circuito Popular de Cinema e Vídeo (CPCV), considerado o maior circuito público de exibição nacional.

Promovido pela Diretoria de Espaços Culturais, em parceria com a Diretoria Audiovisual e a Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), o Circuito retornou com o lançamento do projeto Terças na Tela, quando todos os Centros de Cultura da SecultBA, situados na capital e interior, exibiram filmes e vídeos de diversos formatos e cinematografias às terças-feiras.

A primeira Mostra do evento, que aconteceu entre os dias 03 e 24 de abril, terá como tema “O Sertão no Cinema”. Os filmes selecionados para este período apresentaram a rotina sertaneja da Bahia em distintos momentos históricos e diferentes olhares através das lentes de grandes nomes da sétima arte brasileira. Entre eles estão os filmes “O Grito da Terra”, de Olney São Paulo, “Paixão e Guerra no Sertão de Canudos”, de Antônio Olavo e o curta “A Musa do Cangaço”, de José Umberto Dias, além da animação “Boi Aruá”, de Chico Liberato, que abre o circuito.

Em maio, a programação foi ainda mais ampla. O projeto Terças na Tela alcançou um total de 12 cidades e 16 espaços exibidores. As temáticas abordadas foram amplas, passando pelas culturas afro, indígena, infantil e diversidade sexual. Desde 2008, o Circuito Popular de Cinema e Vídeo circulou por diversas cidades baianas. Em 2011, o CPVC realizou mais de 230 sessões e reuniu um público que ultrapassa o numero de 9 mil pessoas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!