sábado, 17 de agosto de 2013

Faleceu na última quinta-feira Slawomir Mrozek, um dos principais escritores satíricos da última metade do século 20



Faleceu Slawomir Mrozek, famoso dramaturgo e satírico polonês conhecido por sua paródia sutil e linguagem estilizada. Mrozek entrou no jornalismo como cartunista e autor de artigos humorísticos curtos, repletos de jogos de palavras e situações grotescas
Filho de um carteiro, Mrożek entrou jornalismo como cartunista e autor de artigos humorísticos curtos cheios de jogos de palavras e situações grotescas. Durante os anos 1950 e 60, ele se tornou uma figura proeminente na literatura polonesa em virtude de suas peças no estilo do teatro do absurdo. Através destes, ele evitou os rigores da censura comunista. Ele deixou a Polônia em 1964 e foi para Paris, tornando-se um cidadão francês. Mrożek mudou para o México em 1989 e viveu lá até 1996, quando voltou para a Polônia.

Seis das peças -Policja de Mrożek (1958, "Polícia"), Męczeństwo Piotra Oheya (1959, "O martírio de Pedro Ohey"), Na pełnym morzu (1961, "Out at Sea"), Karol (1962, "Charlie") , Zabawa (1963, "The Party") eCzarowna noc (1963; "Enchanted Night"), foram traduzidos para o Inglês por Nicholas Bethell em seis peças por Sławomir Mrożek (1967). O maior sucesso das peças de Mrożek, produzidos em muitos países ocidentais, é Tango (1964, que aparece em tradução Inglês em ambos os Nove Plays do teatro moderno eStriptease, tango; Vatzlav: três jogos). Suas peças posteriores incluem Wacław (1970; Vatzlav: A Play em 77 cenas), Emigranci (1974; Os emigrantes), Amor (1979; "Cupid") e Ambasador (1984; The Ambassador).


Como um dos principais escritores satíricos da última metade do século 20, Mrożek expôs muitos dos acontecimentos absurdos dos tempos modernos. Beirando o absurdo com sua combinação de humor, sagacidade e do grotesco, o seu trabalho transgrediu sistemas políticos e econômicos, revelando tanto a universalidade e seus aspectos mais tolos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!