quinta-feira, 6 de junho de 2013

Sem acreditar nos projetos, atores de renome recusaram papéis em filmes que alcançaram grande sucesso



Quem imaginaria Indiana Jones sem Harrison Ford? E O Poderoso Chefão sem Al Pacino? Ou então Titanic sem Kate Winslet e Leonardo DiCaprio? Existem personagens que marcam tanto a carreira de um ator que nunca mais conseguimos desligar um do outro


Após o sucesso, eles se ligaram umbilicalmente aos personagens, mas nem sempre estes atores foram as primeiras opções dos diretores ou dos estúdios de gravação. Acredite-se ou não, alguns atores e atrizes já recusaram papeis históricos e perderam a chance de ficarem ainda mais marcados na história do cinema.

Vejamos alguns exemplos:

Sean Connery podia ter interpretado Gandalf na trilogia Senhor dos Anéis. O ator escocês disse na época que não compreendeu bem a ideia mesmo depois de ter lido o roteiro. Ian McKellen ficou indelevelmente marcado na pele do feiticeiro.

O papel de Indiana Jones em Os Caçadores da Arca Perdida (1981) foi oferecido a Tom Selleck, mas o ator teve que recusar porque já havia se comprometido com o programa de TV Magnum PI. Faltavam apenas três semanas para iniciar a produção do filme, quando o realizador do longa, Steven Spielberg, convenceu o diretor George Lucas a contratar Harrison Ford.

Brad Pitt foi o ator escolhido para interpretar Jason Bourne em A Identidade Bourne (2002), mas desistiu do projeto e optou Jogo de Espiões (2001). Matt Damon ganhou o papel e imortalizou-se nos três filmes da série Bourne.

O mesmo Matt Damon teve reuniões com James Cameron sobre Avatar, mas não aceitou o papel de Jake Sully, devido a um conflito de horários com o mesmo A Identidade Bourne (2002).

Antes de Gene Hackman, o papel de Hannibal Lecter no filme homônimo foi oferecido a Sean Connery e Jeremy Irons, mas ambos recusaram. Anthony Hopkins foi o ator eleito, encarnou com maestria o papel do serial killer e venceu o Óscar pelo seu desempenho no longa de 2001

O exímio corredor de Forrest Gump no longa homônimo de 1994 poderia ter sido John Travolta, mas ele recusou, assim como Bill Murray e Chevy Chase. Tom Hanks interpretou o personagem, ganhou o seu segundo Oscar e catapultou a sua carreira sendo hoje o queridinho de Hollywood.

O papel de Neo em Matrix (1999) foi oferecido a Will Smith, mas o ator recusou e o papel acabou nas mãos de Keanu Reeves.

Bruce Willis recusou o papel do protagonista de Ghost – Do Outro Lado da Vida (1990) porque acreditava que poderia prejudicar a sua carreira. Mas, o filme representou um sucesso em todo o mundo e consagrou os nomes de Patrick Swayze e Demi Moore. Vamos combinar: o jeitão brutamontes sobejamente explorado nos filmes de ação que protagonizou, dificilmente soaria convincente no açucarado Ghost – Do Outro Lado da Vida


O papel protagonista de Instinto Selvagem (1992) poderia ter sido de Kelly Lynch, mas ela recusou e o trabalho ficou a cargo da, à época, estonteante Sharon Stone.

O papel de Michael Corleone foi imortalizado por Al Pacino em O Poderoso Chefão, mas antes dele aceitar o trabalho, o mesmo foi oferecido a Dustin Hoffman, Jack Nicholson e Warren Beatty, que recusaram de cara. Perderam a oportunidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!