quarta-feira, 12 de junho de 2013

Quando ainda era o cidadão polonês Karol Wojtyla, João Paulo II aventurou-se no mundo da dramaturgia

Karol Wojtyla: dramaturgo na juventude

Antes de se tornar o Papa João Paulo II e um dos mais carismáticos e queridos da história do cristianismo, o polonês Karol Wojtyla foi ator e ensaiou a carreira de dramaturgo


Contando com um elenco de 25 atores, todos cantores ou “cantantes”, um texto escrito pelo sacerdote polonês quando ainda era Bispo da Croácia ganha versão musical numa montagem que teve pré-estreia nacional, no Recife, seguirá para Fortaleza e fará temporada na capital fluminense.

“Enlace - A loja do ourives”, deve constar da programação da Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro. “Não é uma peça religiosa”, esclarece o professor de teatro, diretor e ator Jayme Periard, veterano que atuou como galã e estampou capas de discos de novelas da Rede Globo nos anos 1980.

Apesar do destaque desta encenação, não é a primeira vez que o texto é apresentado no Brasil. Há dois anos, uma montagem com Françoise Fourton, assinada pela mesma produção, cumpriu temporada em São Paulo. Após a temporada no Recife, será a vez de Fortaleza, que servirá de aquecimento para o espetáculo cumprir temporada regular no Rio de Janeiro.

“É uma história sobre o amor, uma dramaturgia direta, para ser entendida por pessoas as mais diferentes”, diz Periard. Segundo o texto oficial de divulgação, a peça aborda “os desafios do casamento”, partindo da certeza de que “não basta amar para garantir um casamento feliz”. O ourives vivido por Periard tem a função de conduzir a trama em seus vários momentos cronológicos.

Canções originais ajudam a cruzar a história de amor de três casais, com idas e vindas cronológicas percorrendo a vida de três mulheres de uma mesma família que, no final da década de 80, em plena efervescência política representada pela queda do Muro de Berlim, vive a individualidade contemporânea. O musical traz momentos emblemáticos da história ocidental recente, como enredo para a trama amorosa.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!