sábado, 1 de junho de 2013

Luiz Melodia, o filho do Estácio que conquistou o mundo


 
Em 1975, foi promovido o Festival Abertura e um dos destaques daquela edição foi a música “Ébano”, interpretada pelo seu autor, Luiz Melodia

Em 2013, quando comemora seus 40 anos de carreira e do lançamento da música “Pérola Negra”, ele destaca nomes que foram importantes na sua trajetória como Gal Costa e Waly Salomão. Ele explica que a turnê europeia faz uma justa homenagem a grandes compositores da música brasileira.

Luiz Carlos Santos, nascido e criado no Morro do Estácio, se fez Melodia nos cultos da Igreja Batista, cantando ao lado do pai e ouvindo Ismael Silva, Noel Rosa, a Jovem Guarda e Jorge Ben.

Com seu primeiro grupo, Instantâneos, ele se recusava a tocar só samba, buscava novas linguagens musicais. Depois de sair do Exército, sua carreira cheia de percalços começou a tomar nuances mais claras até que Gal Costa, sua madrinha musical, gravou Pérola negra.

A partir daí, surgia pra ficar no cenário musical brasileiro um cara rebelde, marrento e excepcionalmente talentoso: a voz do Estácio, o negro gato de arrepiar Luiz Melodia que, para celebrar os 40 anos de carreira, está com uma turnê pela Europa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!