quinta-feira, 13 de junho de 2013

Enoturismo começa a ganhar força entre apreciadores de vinho no Brasil

Apreciar um bom vinho no local onde ele foi produzido é uma combinação comum na Europa e que começa a ganhar força no Brasil. De quebra, o ecoturista também conhece a cultura da região visitada e os pratos típicos

Conhecido em algumas culturas como bebida dos deuses, o vinho tem sido apreciado com cada vez mais requinte no Brasil. O ritual tradicional de sentir o aroma, avaliar as texturas, a cor e o gosto da bebida ganha ambientação típica: as vinícolas. Chamada de ecoturismo, a prática está consolidada em países da Europa e em algumas nações da América Latina, como Chile e Argentina. No Brasil, ganha força na Região Sul. Quem se arrisca nessa viagem entende todo o processo até a chegada do vinho à mesa: um roteiro com sensações incríveis, que prometem ficar guardadas na memória e no paladar.

Maior produtor de vinhos do país, respondendo por cerca de 90% de garrafas no mercado, o Rio Grande do Sul aposta na vitivinicultura como um chamariz de turistas. O roteiro enoturístico compreende conhecer as vinícolas da Serra Gaúcha, do Vale dos Vinhedos e da Serra do Sudeste. Próximo à divisa do Brasil com o Uruguai, na Campanha Gaúcha, produtores têm investido em projetos grandiosos para melhor atender os visitantes.


Fonte: CB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!