sábado, 22 de junho de 2013

Dançarino de aluguel ensina turistas a dançar

Na cidade do Maior São João do Mundo, não só os conterrâneos vão dominar o forró nas noites frias de Junho. O Projeto Dançarino de Aluguel, idealizado pelo Professor, Euclides Alves, leva aos turistas a oportunidade de aprender como se dança o verdadeiro forró pé-de-serra

O Projeto iniciou-se juntamente com a fundação do São João de Campina Grande, começando como uma brincadeira: “Dois amigos meus resolveram unir o útil ao agradável. Saíam pelo Parque do Povo oferecendo aos turistas uma aula de dança, cobrando em troca uma taxa simbólica. Certo dia eles pararam, mas eu resolvi levar a ideia adiante, de uma forma profissional, transformando-a em um projeto sério até os dias de hoje”, afirma o Professor Euclides.

Observando a dificuldade que a grande quantidade de turistas que se instalam em Campina Grande durante o mês de junho encontra para acompanhar os rápidos e ágeis passos de forró realizados pelos moradores locais, o Projeto demonstrou uma preocupação que vai além de apresentar para os que vêm de fora a nossa culinária, gírias, música e costumes. Eles podem voltar para a sua região e estado levando adiante o nosso ‘gingado’, fazendo jus à associação que a palavra forró tem com a expressão da língua inglesa: for all – para todos.


Estando no Parque do Povo duas horas durante os finais de semana, não é difícil identificar o grupo: Camisa padronizada, chapéu de palha e uma energia que contagia qualquer um que por eles passar. As fichas são vendidas pelos próprios dançarinos, que esperam o turista escolher com qual deles deseja dançar, cobrando-se R$ 1,99 por música. Para ‘locar’ um dançarino particular, é cobrado o valor de R$ 150,00 durante duas horas e, caso o horário seja extrapolado, será cobrado R$ 10,00 a cada 30 minutos. Portanto, com o início do São João os turistas não ficarão apenas apreciando os outros dançarem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!