domingo, 19 de maio de 2013

Zé Lezin orgulhosamente apresenta: “Esse cara não sou eu”


Nairon Oseas Alves Barreto nasceu em Patos (PB), é formado em Comunicação Social e Direito pela Universidade Federal da Paraíba. Especialista em piadas de matutos, começou a carreira de humorista em um grupo de dança folclórica na UFPB e tornou-se figura conhecida do humor brasileiro com o personagem “Zé Lezin”


O espetáculo nasceu para ser apresentado uma única vez em Maceió, mas devido ao enorme sucesso, já passou por Aracaju, Salvador, Feira de Santana e segue percorrendo várias cidades do Nordeste. O advogado Nairon Barreto interpreta o mesmo personagem há 25 anos, contudo, a cada espetáculo, ele incorpora novidades. Satiriza os acontecimentos importantes no cotidiano do Brasil.

Tudo o que acontece nos país para ele é um prato cheio. Essa peça humorística pretende satirizar a vida de um dos mais amados, queridos e reconhecidos ídolos da música brasileira e latina - Roberto Carlos. O Rei, como é conhecido, desde o movimento da Jovem Guarda nos anos 60, vem marcando a vida de milhões de fãs até os dias atuais, ora com suas músicas românticas, ora com as suas baladas.

No espetáculo “Esse Cara Não Sou Eu”, Zé Lezin brinca com a música de Roberto Carlos e afirma que esse tipo de homem não existe, logo depois tenta provar a sua tese através de paródias, sátiras, piadas e tiradas de improviso, quando muitas vezes interage com o público. “Não tem mistério no que faço. Na verdade, é porque faço com amor, com um carinho enorme pelas pessoas que acompanham minha carreira desde o início e pelos novos fãs do matuto”, diz Nairon, afirmando que procura tomar um banho de cultura popular para se inspirar. “Deixo claro nos shows, que o matuto é uma pessoa altamente consciente e que o forte da piada não está na pimenta, está no enredo, e eu não me considero um piadista, eu conto causos”.

Nairon Barreto é com certeza um comediante que confirma o Nordeste como grande celeiro do humor no Brasil. Como Zé Lezim, só sua presença no palco já provoca uma crise de risos. O comediante que afirma ser no interior onde se desenvolve a verdadeira cultura nordestina, traz em seu repertório inúmeras piadas que não deixa dúvidas sobre sua afirmação. A respeito do nome do espetáculo, ‘Esse cara não sou eu’, Nairon alega que o ‘cara’ da música de Roberto Carlos não existe. “Se ele existisse, a primeira providência da mulher dele seria passar um par de chifres. Um cara desses é leso!”, fazendo uma analogia com o nome do seu personagem.

O comediante disse ainda que um cara que pensa em você toda hora ‘só pode ser um maníaco, um doente mental que precisa fazer tratamento’ e riu. Sobre a diferença entre Nairon e o personagem Zé Lezin, o humorista declarou que já não consegue distinguir o personagem do ator: ‘já virou a mesma coisa’.


Com o grande sucesso do show de Zé Lezin, paira no ar uma ameaça: que Roberto Carlos acione a justiça para proibir que o humorista continue a divertir sua vasta plateia, usando a sua música (chatinha, por sinal), como mote.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!