segunda-feira, 13 de maio de 2013

Vida de Frank Sinatra é dividida em dois livros


James Kaplan narra os primeiros 40 anos da vida de Sinatra em 'Frank, a Voz'. Ele desmitifica histórias a respeito do cantor e anuncia que a obra terá um segundo volume


Para o americano James Kaplan, as seis décadas de carreira e os 80 anos de vida de Frank Sinatra não caberiam em um livro só. Por isso, ele lança "Frank, A Voz", onde narra os primeiros 40 anos de um dos artistas mais importantes do século 20, e a história que deve ganhar sequência em um segundo volume.

Em forma de romance, com técnicas de ficção, o autor desmitifica lendas criadas sobre a figura de Sinatra, inclusive pelo próprio músico que, apesar de qualidades, também tinha defeitos.

O livro é dividido em cinco partes, e narra desde a infância do americano descendente de imigrantes italianos, dado como morto pelo médico logo em seu primeiro dia de vida, à reviravolta que ele teve em sua carreira.

A polêmica convivência com a máfia também é citada, além de mostrar como Frank Sinatra se esforçou para construir sua trajetória, que lhe daria o apelido de "A Voz", posteriormente.

Kaplan desfaz a ideia de um talento natural por si só, e mostra o lado estudioso e persistente, presente nas práticas vocais e respiratórias do cantor.

O sucesso, o precoce declínio e o retorno de Sinatra ao ápice com o Oscar de ator coadjuvante, em 1954, por "A Um Passo da Eternidade", são alternados com detalhes da vida pessoal como o agitado romance com a atriz americana Ava Gardner.


Frank, A Voz Companhia das Letras. 752 págs. R$ 69

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!