domingo, 19 de maio de 2013

Manuscrito inédito de 'O Desprezo', de Godard, será leiloado em Paris



O manuscrito único, datado de 1963 é a primeira peça à venda do cenário de "O Desprezo", documento com 59 páginas escritas à mão por Jean-Luc Godard

PARIS — Enquanto as estrelas do cinema atual desfilam pelo tapete vermelho do Festival de Cannes, o manuscrito autografado inédito do filme mítico de Jean-Luc Godard, "O Desprezo", será vendido em leilão em 28 de maio pela Artcurial, em Paris.

Este manuscrito único, datado de 1963 (estimado entre 60.000 e 80.000 euros), é a primeira peça à venda do cenário de "O Desprezo", que reuniu Brigitte Bardot e Michel Piccoli sob a direção de Godard. O filme é uma adaptação do romance homônimo de Alberto Moravia, publicado em 1954.

O documento tem 59 páginas escritas à mão por Jean-Luc Godard. Ao manuscrito, juntam-se textos curtos de Alberto Moravia (uma homenagem à Brigitte Bardot), Fritz Lang, Michel Piccoli, Jack Palance e Brigitte Bardot.

Atualmente, o manuscrito de "O Desprezo" pertence ao fotógrafo de Brigitte Bardot, Ghislain (Jicky) Dussart, que fazia uma reportagem sobre o filme durante as filmagens.

"O Desprezo" marca o fim do cinema clássico e o nascimento de novas formas revolucionárias de narrativa. No filme, o roteirista parisiense Paul Javal (Michel Piccoli) e sua esposa Camille (Brigitte Bardot) se juntam a Fritz Lang no set de um filme sobre a Odisseia de Homero, produzido pelo americano Jeremy Prokosch.

Durante as filmagens, Paul deixa a esposa a sós com o rico e sedutor Jeremy, o que causa mal-entendidos, desprezo, intrigas e tumultos na relação do casal.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!