sábado, 6 de abril de 2013

Chico Pinheiro roda o País para gravar 'Sarau Itinerante'


Reduto da boa música brasileira, o “Sarau”, programa comandado pelo apresentador Chico Pinheiro no canal fechado Globo News, vai sair do estúdio e ser gravado na rua. Vai seguir a máxima cantada por Milton Nascimento: “todo artista tem que ir aonde o povo está...”

Ser chamado para viajar pelo País para ouvir música e bater papo com artistas parece uma proposta de diversão, mas é trabalho para Chico Pinheiro. Desejo antigo do apresentador do "Bom Dia Brasil", a ideia será colocada em prática a partir desta sexta-feira, às 23h30, quando ele comanda o "Sarau Itinerante", na Globo News.

Na atração, versão do "Sarau" dedicada à música regional, ele percorrerá diferentes cidades para mostrar o trabalho de artistas locais, famosos ou não. "A gente sempre gravou no Rio, São Paulo ou Belo Horizonte por uma questão de mobilidade, já que faço programa diário. Às vezes, faço no fim de semana, é um pouco sacrificante", confessa.

Desta vez, para valer a viagem, cada cantor ou grupo aparecerá em duas edições, como na estreia, que terá artistas do Recife, como Siba, China, o pianista Vitor Araújo e a banda Mombojó. O primeiro programa faz uma homenagem ao manguebeat, ritmo desenvolvido em Pernambuco, e contará com a presença de Fred04, um dos fundadores do movimento, cuja figura mais emblemática é o cantor Chico Science (1966-1997).

Em vez de gravar em um local fechado, como de costume, a produção do "Sarau" buscou novos espaços. "No Recife, a gente fez à beira do Rio Capibaribe, na calçada. As pessoas vieram assistir", relembra Chico, que também aparecerá em Goiânia e Belém, nas próximas semanas. Acostumado a acordar cedo para estar às 7h30 na bancada do "Bom Dia Brasil", o apresentador garante que não liga de mudar os hábitos nos fins de semana, quando grava o "Sarau Itinerante". "O meu fuso horário é o de jornalista. Durmo quando dá. Quando eu trabalhava na rua (como repórter) também era assim, bebia água e ia ao banheiro quando dava."

Com mais de 500 edições gravadas, desde a época em que a atração se chamava "Espaço Aberto", Chico sonha em levar João Gilberto para cantar. "Cheguei a me comunicar, pedindo que uma vizinha colocasse uma cartinha debaixo da porta dele. Propus dar uma câmera para ele gravar sozinho e conversamos por telefone", diverte-se.

O apresentador diz ter vontade de levar a atração para a TV aberta. "Gostaria muito. Há um número de pessoas que não têm acesso. Mas ele também é veiculado para quem tem antena parabólica entre 7 h e 7h30", conta. Por enquanto, não há chances de os programas serem lançados em DVD. "Eu recebo muitos pedidos de cópias. Cheguei a ter uma conversa com a Globo Marcas, estava em estudo."

Agencia Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!