terça-feira, 11 de setembro de 2012


Em nossa recente visita à capital potiguar, flagramos cenas do cotidiano natalense, os quais mostramos nesta matéria. O nome nada comum de uma banda de forró, o local absolutamente inusitado para colocar os coletes salva-vidas em uma travessia de balsa e frases em  souvenires  que revelam o humor e a criatividade dos natalenses, formam um mosaico impagável que mostramos para os amigos que nos acompanham aqui no Artecultural.

Euriques Carneiro


Os integrantes da  banda certamente exageraram na comida

“Tommy Cachaça” é até comum, mas esta para mim é novidade


Sem comentários!

" Cajuardente" e a garrafinha do meio, politicamente incorreta

A bolsa artesanal  e a homenagem ao Rei Gonzaga

O "Morro do Careca": tudo a ver!

Na travessia de balsa, olhem onde ficam os coletes salva-vidas: embaixo do bugy. 
Deus queira que nunca seja necessário utilizá-los...













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!