segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Djavan retorno aos discos após meia década de ausência




Após cinco anos sem gravar álbum com  músicas inéditas, Djavan lança “Rua dos Amores”. Dando mostras do seu lado empresário, o cantor assina a produção, os arranjos e as canções do disco, que sai pelo selo Luanda, de sua propriedade

Sentindo a ausência do ídolo do mundo dos discos, há alguns meses, os fãs de Djavan acompanhavam ansiosos o site do artista ávidos por novidades musicais. Vídeos com depoimentos da banda e do cantor davam um aperitivo do CD que estava por vir. Na última terça-feira, a curiosidade teve fim com a chegada de Rua dos amores, primeiro disco de inéditas em cinco anos (o último foi Matizes, de 2007).

Assumindo toda a “linha de montagem”, o álbum é a cara do criador. Djavan assina a produção e os arranjos, além de conduzir a Luanda Records, sua gravadora. “Gosto de estar no comando de tudo para ser cada vez mais íntegro. Tenho uma ideia musical muito pessoal. Já aconteceu de dar uma composição para algum arranjador talentosíssimo, mas eu considerar inadequado. E olha a saia justa de dizer ‘não’. Não quero mais viver isso. Com a produção, é a mesma coisa. O produtor direciona o disco para onde ele quer. É muito trabalho, mas é divertido”, conta.

Marcado por canções de amor, o CD é influenciado pelo gosto eclético do cantor e traz, nas 13 faixas, jazz (Já não somos dois), blues (Bangalô), samba (Acerto de contas, Reverberou) e choro (Ares sutis). Curiosamente, Acerto de contas e Ares sutis são crias inspiradas no último trabalho, Ária (2010). A primeira bebe na fonte do mesmo gênero de Disfarça e chora, de Cartola, a segunda, em Brigas nunca mais, de Vinicius de Moares e Tom Jobim.

RUA DOS AMORES
Vigésimo primeiro disco do cantor Djavan. Lançamento das gravadoras Luanda Records/Universal Music, 13 faixas, produzidas por Djavan. Preço médio: R$ 34,90.

Referência: CB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!