terça-feira, 18 de setembro de 2012

Costa do Dendê: paraíso que reúne praias, cachoeiras e muito verde

Da charmosa Baia de Camamu ao badalado Morro de São Paulo, a Costa do Dendê tem atrações que surpreendem os visitantes, a exemplo de praias pouco frequentadas e caminhadas por belíssimas paisagens

Uma das múltiplas atrações da Bahia, a Costa do Dendê é composta pelos municípios de Cairu, Camamu, Igrapiúna, Ituberá, Maraú, Nilo Peçanha, Taperoá e Valença. Como o próprio nome sugere, é onde se produz o azeite de dendê, ingrediente básico da culinária baiana. É nesta Zona Turística que se encontra o arquipélago fluvial-marítimo do Rio Una. A região oferece grande diversidade de cenários naturais, destacando-se mais de 100 km de praias, três grandes ilhas e a Baía de Camamu.
Apesar de, oficialmente, ser formada pelos municípios acima citados, existem atrações fora desse eixo , mas nas cercanias, que robustecem a vocação turística da região. O portal da Costa do Dendê é a cidade de Nazaré das Farinhas, que promove anualmente a secular Feira dos Caxixis, durante a Semana Santa. Cerca de 20 km depois, têm-se acesso à praia do Garcês. Nunca ouviu falar? Não se preocupe pois mesmo os baianos, na sua imensa maioria, não conhecem. Até o início dos anos 2000, nem energia tinha e o acesso era por terra batida e muita, muita areia. Hoje já está mais urbanizada, mas ainda é pouco frequentada e guarda um ar de mistério, mesmo distante pouco mais de 80 km da capital, Salvador.
A “estrela da companhia” e jóia mais valiosa da Costa do Dendê é o internacionalmente conhecido Morro de São Paulo. O Morro é uma combinação da natureza encanta os turistas e tornou o local um dos destinos mais conhecidos e procurados por turistas do mundo todo. Apesar do acesso mais comum ser a partir do porto de Valença, o Morro é parte integrante do município de Cairu e tem no seu entorno, atrações à parte como a Gamboa e Ilha de Boipeba.
Prefere algo além de praia? Que tal um revigorante banho de cachoeira? Ao lado da estrada, há menos de 500 metros, está a cachoeira da Pancada Grande, que fica a 48 km ao sul de Valença, localizada numa APA (área de proteção ambiental) de 50 hectares de extensão. Possui uma queda d’água de 50m e é cercada por densa vegetação. O poço principal é grande e perfeito para um bom banho. Mas cuidado com a correnteza. Passeios subindo o rio também são possíveis através de uma escada ao lado da cachoeira.
Seguindo pela BA 001, chega-se a Camamu, ponto de partida para uma das mais paradisíacas faixas do litoral baiano. Uma das opções para visitar a Baía de Camamu é sair de barco, pela manhã. O roteiro e o preço podem ser acertados com um dia de antecedência e uma sugestão é seguir baía adentro, passando por pequenos lugarejos, como Barcelos do Sul. Em Campinho (aproveite para conhecer a casa onde Antoine de Saint-Exupery, autor do Pequeno Príncipe, pernoitou), Ponta do Santo, Cajaíba, Âmbar, Ilha das Flores, Ilha Grande, Ilha da Pedra Furada. Como o acesso por terra é recente e ainda exige um pouco de espirito aventureiro, as localidades ainda são bastante preservadas e o fluxo só é acentuado na alta estação e em feriados prolongados.
Estas são algumas dicas do Artecultural para que se possa desfrutar das belezas da Costa do Dendê, mas cada visitante pode montar seu próprio roteiro e desbravar uma das mais belas e aconchegantes regiões costeiras do Nordeste.

Verônica Carneiro
Turismóloga

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!