quarta-feira, 5 de setembro de 2012

A era dos computadores e o fim da escrita à mão




No início dos anos 90, quando surgiram os primeiros XT , - aqueles computadores jurássicos de tela verde, - tudo era feito à mão ou nas máquinas de datilografia. Com a popularização dos computadores, eles estão em toda parte e empurrando a linguagem manuscrita para o rol do esquecimento

Hoje está em desuso, mas os cadernos de caligrafia já fizeram parte do enxoval de livros de ensino da língua portuguesa. Professores e pais cobravam com rigor que os alunos escrevessem de modo legível e com boa estética, mas são raros os alunos da era atual que possuem boa caligrafia.

Os computadores pessoais, notebooks, netbooks, tablets e outras engenhocas se tornaram tão populares, que não são raros os casos de residências onde o número de computadores supera o de moradores. Cartas? Quem as usa nos tempos de SMS, email e telefone com chamadas a preço de caramelo? Dessa forma, vamos perdendo o hábito de escrever de forma manuscrita e, consequentemente, atrofiando a caligrafia. Costumo falar que sou o único ser humano do planeta que consegue escrever de forma ilegível, com letra de forma. Participo de reuniões anotando os tópicos com a letra bastão e tenho que passar a limpo logo depois sob pena de não conseguir ler após alguns dias. A minha letra cursiva então, está mais para hieróglifos!

Algumas funções profissionais tinham a tradição de caligrafias perfeitas, como era o caso dos oficiais de cartórios. De tanto escrever nos imensos livros cartorários, as certidões, escrituras e documentos afins, a escrita se tornava tão uniforme que era comum se dizer: “ a letra dele(a) é um carimbo...”. Uma das mais perfeitas que já vi, foi a do saudoso Dom Silvério Albuquerque, Bispo da Diocese de Feira de Santana (BA), por vários anos. Sem floreios, sem guirlandas e sem laçadas, mas de uma legibilidade cristalina e de uma incomparável uniformidade. Um verdadeiro “carimbo”.

O assunto lhe interessou? Então temos boas notícias: o Ciclo Mandacaru de Oficinas de Caligrafia, que acontecerá de 19 a 23.09, na Caixa Cultural, em Salvador (BA), está com inscrições abertas. Será quatro oficinas para 20 alunos cada uma, sem qualquer custo. Inscrições e informações no endereço www.mandacarudesign.com.br/oficinas-de-caligrafia onde será informado também o cronograma das oficinas.

Euriques Carneiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!