quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Será sábado, 25.08, a 38ª edição do Festival de Violeiros do Nordeste




A Associação dos Violeiros e Trovadores da Bahia (AVTB) promove com a parceria da Prefeitura de Feira de Santana e Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), a 38ª edição do Festival. A principal ideia do evento, como ressalta o violeiro e diretor financeiro da AVTB, é manter a cultura viva, favorecendo o surgimento de uma nova geração de violeiros e repentistas.

Aproximando-se das quatro décadas de realização e compondo o calendário cultural da cidade, o Festival de Violeiros do Nordeste será realizado mais uma vez em Feira de Santana. Em sua 38ª edição, o festival vai acontecer neste sábado (25), no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), às 20h. A iniciativa é uma realização da Associação dos Violeiros e Trovadores da Bahia (AVTB) e tem a parceria da Prefeitura de Feira de Santana e Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs).

Duplas de outros estados estarão presentes

Para abrilhantar o festival, o público contará com a participação de seis duplas, sendo que Caboquinho, João Ramos e Bule Bule farão uma apresentação especial. As outras cinco duplas são de Pernambuco (Mocinha de Passira e Severino Tomaz), Alagoas (Gilberto Alves e Vem Vem- Sergipe), Bahia (Paraíba da Viola e Davi Ferreira; e Antônio Maracujá e Nadinho), e Paraíba (João Bezerra e Pameirinha-Paripiranga). Cada dupla terá o tempo de 20 minutos para contar quatro gêneros diferentes, indicados pela produção após sorteio. “Eles vão abordar temas populares como vaquejada, festa de São João, Copa do Mundo, dentro outros”, disse Ramos. A comissão julgadora, por sua vez, será composta por três pessoas e escolhida no momento do festival.

Bule Bule fará apresentação especial
 
“Os participantes vão ser premiados com troféus simbólicos e cachê, que variam de acordo com a distância da cidade de cada um”, informa o misto de violeiro e professor da karatê, João Ramos, acrescentando que “sem o apoio da Prefeitura e Uefs não seria possível fazer o festival”. João Ramos e Caboquinho são filhos e herdeiros do talento de uma dos maiores nomes do gênero, o saudoso Dadinho, que por várias décadas fez dupla com o filho Caboquinho. Além das duplas de outros estados, uma das maiores atrações do evento é Bule Bule, violeiro, repentista, cantor e compositor de vários sucessos, gravados por nomes de peso como o forrozeiro Quininho de Valente. Ressalte-se ainda que o acesso do público é gratuito. Vale a pena conferir e prestigiar uma das maiores manifestações culturais do Nordeste.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!