sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Punição às integrantes do Pussy Riot, dá visibilidade ao rock russo


O preço está sendo muito caro, - dois anos de prisão, - mas os olhos do mundo pop se viraram para Moscou depois da condenação proferida pela Justiça russa contra as integrantes da banda de punk-rock Pussy Riot, acusada de “vandalismo”





 O Pussy Riot é agora o grupo russo mais conhecido e mais comentado do planeta. Defendidas pela comunidade internacional, as jovens integrantes do Pussy Riot — Nadezhda Tolokonnikova, Yekaterina Samutsevich e Maria Alekhina — ganharam a ribalta mais por conta do protesto contra o presidente Vladimir Putin, do que pela qualidade da produção musical. Tendo as balaclavas coloridas como peça obrigatória do figurino, as moças fazem um som punk pesado e agressivo, mas que não prima pela sonoridade.

 Várias celebridades internacionais de peso cerraram fogo na defesa das três meninas. A mais veemente delas, Madonna causou polêmica durante turnê na Rússia e condenou duramente a ação do governo daquele país. “Eu protesto contra a condenação do Pussy Riot a uma colônia penal por dois anos por uma performance de 40 segundos que exaltou suas opiniões políticas”, informou a cantora. A sua intervenção no imbróglio já lhe rendeu a ira do governo russo que não quer saber da presença da cantora em seu território. Além dela, Paul McCartney e Björk manifestaram apoio ao grupo, sendo acompanhados por vários outros artistas de reconhecimento internacional.
Em virtude do destaque dado à prisão das moças, o cenário musical russo começa a ganhar força. Nos anos 2000, o duo T.A.T.U também se destacou, com duas jovens cantando sobre sua liberdade sexual no hit All the things she said. Atualmente, as moças se separaram e partem para carreira solo. Yulia Volkova inclusive lançou no último mês o single Didn’t wanna do it. Pela repercussão que o fato ganhou mundo afora e pela reação do segmento artísitico, a condenção das garotas foi um verdadeiro “tiro no pé” do governo Putin, que já não goza da simpatia da comunidade internacional e agora se vê confrontando com três garotas que queriam apenas expressar o seu sentimento através da música.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!