quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Homenagem a Elvis Presley tem ponto alto na vigília à luz de velas




Todo ano é a mesma coisa, no dia 16 de agosto: milhares de fãs fazem uma verdadeira procissão em memória de Elvis Presley e homenageiam o Rei do Rock em frente a sua propriedade, Graceland, em um ritual quase religioso


Vindos de todos os cantos, nos mais variados meios de transporte e das mais inusitadas tribos, o turbilhão de fãs marcharam em procissão, sob a luz de velas, nesta madrugada em Memphis, nos Estados Unidos, para prestar homenagem a seu "Deus" da música, Elvis Presley, falecido há 35 anos, em 16 de agosto de 1977. A multidão, bastante velha, mas sempre apaixonada, homenageou o Rei em frente à famosa, Graceland, em um ritual que lembra muito eventos de cunho religioso. 
"Se você nunca participou de uma Semana Elvis, nunca vai entender por que estamos aqui", disse Janet Mathis, uma funcionária de uma universidade do Texas (sul), enquanto espera sua vez. Ela e as demais pessoas que para lá se deslocaram, vieram com o intuito de entrar pelas portas da famosa vila onde está sepultado, ao lado de seus pais, o cantor morto em seu banheiro aos 42 anos de idade.

"Todo mundo aqui compartilha o mesmo estado de espírito", afirmou Warren, marido de Janet, já aposentado. "Estamos aqui para prestar homenagem a Elvis, para fazer parte de alguma coisa". De acordo com a polícia, que supervisionou o evento de um helicóptero sobrevoando as 6 vias lotadas do boulevard Elvis Presley, cerca de 75.000 fãs compareceram, vindos de todo o país e até do exterior.

Fiel, Yolande Makarof, do norte da França, está em sua sexta peregrinação a Memphis (e "não será a última", assegura). "Primeiro eu descobri uma foto de Elvis, depois sua voz. Descobri um homem muito simples, humano, com muito carisma", conta. "Então decidi vir a Memphis uma vez, e esta já é a sexta vez". A viúva Priscilla e a filha do astro, Lisa Marie, participaram da homenagem, que reuniu tantos fãs quanto o funeral do roqueiro há 35 anos. Elas falaram por pouco mais de um minuto, mas foi o suficiente para embalar a multidão.

"Eu sei que Elvis nunca poderia imaginar o que está acontecendo aqui", declarou Priscilla, que foi casada por seis anos com o cantor, mas que se manteve próxima a ele, mesmo depois de seu divórcio, em 1973. Lisa Marie, que também se casou com um outro astro atemporal, Michael Jackson, fez sua primeira visita ao evento entre os fãs, vestida de preto.

"Eu sempre evitei este momento, porque estava com medo que isto fosse muito emocional, mas achei que seria importante estar aqui esta noite com vocês", disse ela, acrescentando: "Eu amo muito, muito, vocês e estou honrada em vê-los aqui, somos gratos por fazerem parte de nossas vidas". A cantora e compositora, Lisa Marie Presley, de 44 anos, acaba de lançar um novo álbum (o último foi de 2005).

a imprensa acredita que, devido à presença das duas mulheres, os organizadores desta Semana Elvis, que acontece todos os anos, acreditam que este evento será o mais visto de todos, provando que a idolatria de Elvis Presley está bem viva na memória dos seus fãs, espalhados pelos quatro cantos do planeta.
A vigília à luz de velas, que a cada ano ganha ares quase místicos, é considerada o ponto alto deste período de comemoração. Entre peças escolhidas pelos mais íntimos, tocadas em alto-falantes, um momento de silêncio é realizado. Nesta quinta, um concerto no estádio da cidade, que terá a participação das duas mulheres, além dos membros sobreviventes do grupo de Elvis, permitirá aos fãs ouvir músicas do "Rei" e outras canções que o inspiraram, blues, gospel e música country.

A Semana Elvis, que dura nove dias, teve início na quarta-feira em Memphis. Ela acontece em torno de uma grande e luxosa tenda de 1.200 lugares, equipada com ar condicionado e posicionada em frente à Graceland, templo maior de adoração ao ídolo.

Referência: jconline

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!