quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Festival Aldeia do Velho Chico tem início nesta sexta-feira


Cortejo Abre Alas Pro Velho Chico dá início a programação que se estende até o dia 18

Tio Zá, banda de reggae sincopado, é uma das atrações do Abre Alas Pro Velho Chico / Foto: Divulgação
Petrolina sedia, a partir desta sexta-feira (3), a VIII edição do Festival de Artes do Vale do São Francisco - Aldeia do Velho Chico. O evento, promovido pelo SESC, estende-se até o dia 18 de agosto promovendo diversas ações culturais. festival, originado a partir do projeto Palco Giratório, dá início à programação realizando uma ação coletiva de pintura dos muros da Galeria Ana das Carrancas, no SESC da cidade.
Exposições fotográficas e apresentações de grupos de dança, entre outras ações, estão inclusas no cortejo Abre Alas Pro Velho Chico, que promete invadir as ruas do centro de Petrolina, acompanhados pela Frevuca e pela Orquestra Sanfônica. O cortejo seguirá a caminho da orla e realizará uma reverência às águas do Rio São Francisco, encerrando o trajeto e dando início à temporada de shows do Festival. Participam do Abre Alas o Afoxé Filhos de Zaze, quadrilha Danado de Bom, Samba de Véio, Aurinha de Coco e o Tio Zé Bá.

Jailson Lima, coordenador do Aldeia do Velho Chico, explica que a iniciativa promove o intercâmbio artístico, além de realizar ações de qualificação dos artistas locais e difundir o gosto pelas diversas manifestações artísticas.  “O Aldeia mobiliza, em média, 1.000 artistas por edição, promovendo mais de 100 atrações locais e nacionais e movimentando um público de 70 mil pessoas durante a programação. Este ano estamos ampliando a oferta das ações nas linguagens de artes visuais e literatura”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!