sábado, 28 de julho de 2012

Missa na Grota de Angicos, homenageia aniversário de morte de Lampião



Pelo 15º ano consecutivo, aconteceu na Grota de Angicos, em Poço Redondo (SE), missa em homenagem ao aniversário de morte de Lampião

Mais um ano para reverenciar a memória de Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, bandido para uns e herói rebelde para outros. Neste sábado (28), às 10h, no município de Poço Redondo, a 184 km de Aracaju, foi realizada uma missa em homenagem ao aniversário de morte de Lampião e Maria Bonita, líderes do maior grupo de cangaceiros que já existiu no país. A missa acontece há 15 anos na Grota da Fazenda Angico, local que se tornou um dos maiores roteiros turísticos de peregrinação do estado sergipano e também de Alagoas, com passeios de barco saindo de Piranhas, com parada no local onde foram emboscados Lampião e seu grupo.

A Grota de Angicos ficou conhecida em julho de 1938 por conta da ação da polícia que culminou com o fim da trajetória de Lampião e Maria Bonita e mais alguns cangaceiros que compunham o bando. Hoje é um local muito procurado por turistas de todo o Brasil e do mundo, sendo um dos grandes atrativos turísticos de Sergipe e Alagoas.
 
Segundo José Roberto Lima, Secretário Adjunto de Turismo de Sergipe, a Grota do Angico representa uma parte cultural da história não só do sergipano como também do país. “Temos que usar esses aspectos da história e da cultura como um fator de atração turística. É muito importante que todas as pessoas conheçam mais da história de Sergipe que é muito rica.”
Para Vera Ferreira, neta de Lampião e Maria Bonita e responsável pela organização da homenagem, a missa será um momento de paz e um momento para se manter viva a história do líder cangaceiro. “Quero que a missa seja sempre um momento de paz, onde as energias positivas predominem e possa se manter viva a história.”

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!