segunda-feira, 23 de julho de 2012

Festival de Inverno de Garanhus foi repleto de atrações


Festival de Inverno de Garanhuns se firma com uma das mais marcantes manifestações culturais de Pernambuco. Um publico cada vez mais fiel e seleto prestigia todos os anos o festival que se tornou a marca registrada da “Suíça Nordestina”

Terminou com reggae e dub, no Palco Guadalajara - principal polo de shows musicais do Festival de Inverno de Garanhuns -, a última série de shows musicais da 22a edição do evento considerado um dos mais importantes do Nordeste. De acordo com relatório preliminar divulgado pela produção do FIG, cerca de 300 mil pessoas tinham passado pela Guadalajara, até o início da noite de sábado. O fundador e ex-guitarrista do Ira!, Edgar Scandurra, foi a primeira grande atração do sábado. Ele mesclou seu lado roqueiro com a faceta eletrônica e conseguiu prender a atenção das milhares de pessoas que já se apresentavam na Guadalajara.

Com o jogo praticamente ganho, Jorge Benjor fez a enorme massa humana que tomou a praça Guadalajara cantar, gritar e pular com um repertório formado por boa parte dos sucessos do artista devoto de São Jorge. Não tinha como não funcionar. Detalhe para o modo como o papa do balanço nacional montou a formação da sua banda: todos tocando bem juntos, como se estivessem em uma casa de shows de pequeno tamanho.
Atração do Carnaval Multicultural do Recife deste ano, o rei do pop brasileiro Lulu Santos, a exemplo de Benjor, também realizou uma apresentação repleta de hits. Pense em qualquer grande sucesso radiofônico do carioca. Pensou? Certamente, a música esteve presente na apresentação impecável do cantor. Ele ainda prestou homenagem ao centenário de Luiz Gonzaga, com uma versão para Respeita Januário e tocou a melodia de Asa branca na guitarra.

Encerrando a madrugada de sábado para domingo, N´Zambi, Buguinha Dub e seus convidados tocaram para uma plateia ainda animada. Parte do público ainda esticou as comemorações até a festa Altos Brotos, que tradicionalmente acontece no Tebas, no centro do Recife, mas que em sua versão garanhuense se deu na churrascaria Escritório. 

CIRCO

Um dos grandes fenômenos do Festival de Inverno de Garanhuns é o interesse do público pelas apresentações. Mesmo com o aumento das apresentações – que dobraram -, muita gente ficava de fora das sessões. Produtores do FIG comentaram com a reportagem do JC que uma das soluções para amenizar o incomodo seria aumentar a lona e o número de lugares da plateia.

Fonte: JC Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!